«O árbitro fartou-se de insultar os nossos jogadores» – Artur Marques

Por em 14/02/2018

O sábado de Carnaval de Ovar foi também dia de futebol no Estádio Marques da Silva. Em jogo a contar para a 19ª jornada do Campeonato Safina, a AD Ovarense recebeu o CF União Lamas e a partida ficou marcada pela agitação na bancada – que até teve de ter intervenção da polícia – e por nova derrota dos alvinegros no campo.

O resultado final de 2-1 a favor dos lamacenses foi construído graças a dois golos de grande penalidade apontados por Jonatas Santos, jogador que já tinha feito um póquer no confronto da primeira volta, no Comendador Henrique Amorim. Para a Ovarense marcou Bruno Afonso, reduzindo aos 86′ após um livre lateral apontado por Tigas.

Um golo que serviu apenas para compôr o placard, mas que não calou (mais uma vez) as vozes de protesto da Ovarense em relação à arbitragem. Artur Marques, em especial, voltou a apontar o dedo à Associação de Futebol de Aveiro e pediu «vergonha por aquilo que estão a fazer à Ovarense.»

«Querem bater, batam no treinador… que vai estar dois meses de castigo e se tiver de ficar mais dois meses, fica. Mas o meu clube vão ter de respeitar, têm de respeitar a Ovarense», sublinha o técnico que ainda rematou dizendo que «este é o campeonato da mentira.»

Contra o União de Lamas, os vareiros queixam-se de uma grande penalidade que não foi assinalada a seu favor no final da primeira parte. E ainda contestam a decisão do árbitro, Cláudio Pereira, ao assinalar a segunda grande penalidade a favor do União.

Artur Marques fala de «duas boas equipas em campo e uma má» e um árbitro que «se fartou de insultar os jogadores da Ovarense.» Acerca da segunda grande penalidade do União de Lamas, o timoneiro da Ovarense chega mesmo a conferenciar que Jonatas Santos, atleta que foi carregado por Fábio Pereira na grande área, confessou «que não chegava à bola e que, ao sentir o contacto, se atirou para o chão.»

No estádio, a decisão do juiz gerou tanta polémica que, mesmo tendo sido assinalado aos 70 minutos da partida, o penálti de Jonatas Santos só foi convertido aos 75′. Pelo meio e entre muita confusão, o guardião suplente da Ovarense, Nuno Crujeira, envolveu-se em troca de palavras com os elementos dos Papa Tintos (claque visitante) e acabou expulso.

Ninguém ficou, portanto, indiferente às decisões de Cláudio Pereira, homem que recebeu escurtínio apertado por parte de todos os intervenientes da partida… ou quase todos. Tonel, técnico do União de Lamas, preferiu realçar o «grande espírito e atitude de todos» os seus jogadores.

Deixou ainda elogio à Ovarense: «sábíamos que este ia ser um jogo difícil contra uma equipa que melhorou bastante desde o início do campeonato e não vai ser fácil para que percam jogos na sua casa.»

Joel Magina e Pedro Silva foram os repórteres da Rádio AVfm no local. Ouça as entrevistas de Joel Magina aos técnicos:

  • Declarações AD Ovarense | Artur Marques:

 

  • Declarações CF União Lamas | Tonel:

 

Com nova derrota, a Ovarense mantém-se com 10 pontos na classificação e em 17º lugar do Campeonato Safina. Contudo, os vareiros precisam apenas de uma vitória e uma conjugação de resultados negativos de Canedo e Famalicão para saírem da zona de descida e ultrapassarem os rivais diretos.

Esse resultado pode aparecer já no próximo fim-de-semana, quando a Ovarense visitar Lourosa para jogar contra o Lusitânia FC. Perante o primeiro classificado, a tarefa não se avizinha fácil, mas a Ovarense está empenhada em corrigir a goleada de 6-1 que averbou na primeira volta.

Este é apenas mais um encontro do difícil calendário que se avizinha para os alvinegros. Depois de visitarem Lourosa, a Ovarense receberá o SC Esmoriz no dérbi concelhio e deslocar-se-á a Aveiro para o embate contra o Beira-Mar.

Ficha de jogo | AD Ovarense – CF União de Lamas

AD Ovarense: Samuel Biscaia, Parreira (Pablo, 80′), Jonas, Fábio Pereira (cap.), David Rocha, Dayo Femi, Filipe Lírio (Wellington, 55′), Fred, Jair, Tigas, Mário Jardel (Bruno Afonso, 66′).

CF União Lamas: Nélson Silva, Joel, Rodrigo Dias, Sanguedo, Vítor Hugo, Luís, Tintim (João Marques, 89′), Fábio Raúl (Óscar Beirão, 61′), Carlos Manuel, Emanuel Alves (Flecha, 81′), Jonatas Santos.

Marcadores: Jonatas Santos (32′, 75′), Bruno Afonso (86′).

Filme do jogo:

1′ – Ambiente fantástico para o jogo. Para além dos adeptos que preenchem a bancada central do Estádio Marques da Silva, tanto Fans 1921 como Papa Tintos dão um colorido e uma sonoridade de Primeira Liga a este confronto entre Ovarense e União de Lamas.

1′ – Artur Marques, ainda suspenso, terá Jean Ferreira como homem forte do banco de suplentes. Quanto ao onze titular, a maior surpresa é a inclusão de Jair, reforço que chegou recentemente à Ovarense e que tinha tido a sua estreia com o plantel principal na semana passada, em S. João de Ver. Com a entrada do brasileiro, Fred aparece no miolo junto de Filipe Lírio e oferece um cariz mais ofensivo ao trio de centro campistas da ADO.

1′ – Ao seu terceiro jogo no comando do União de Lamas, Tonel deixa Flecha de fora dos titulares pela primeira vez. Mas confia na veia goleadora de Jonatas Santos, artilheiro que já leva 15 golos no Campeonato Safina  e que, em Setembro, marcou quatro golos à Ovarense no 5-2 alcançado na 2ª jornada.

5′ – A Ovarense entrou mais atrevida e Mário Jardel parece empenhado em regressar aos golos. O ponta de lança já visou a baliza de Nélson por duas ocasiões, com um cabeceamento e um remate de meia distância. Porém, ambos sem sucesso.

15′ – O União de Lamas assentou o seu futebol e começa a dominar na posse de bola. No entanto, o setor mais recuado dos vareiros está seguro e não permite grande perigo junto de Biscaia.

27′ – Tigas recebe a bola nas costas da defensiva do União de Lamas após um erro de Rodrigo. O camisola 10 domina mal, perde espaço para o remate, ainda tenta o cruzamento mas o lance perde-se quando podia ter gerado muito perigo na área dos visitante.

31′ – Carlos Manuel descobre Tintim com um passe magistral e o extremo, isolado, tenta picar a bola sobre Biscaia mas sofre um toque no choque com o guardião. O árbitro da partida, Cláudio Pereira, aponta para a marca dos onze metros e assinala grande penalidade.

32′ – O goleador Jonatas Santos parte para o penálti e não desperdiça. Bola para um lado, guarda-redes para o outro.

34′ – Carlos Manuel tenta surpreender com um livre direto batido na esquerda. Biscaia mostra-se atento e faz uma defesa apertada.

36′ – A Ovarense está com dificuldades em reagir ao golo encaixado e o União de Lamas começa a gerir a partida com a sua maior experiência.

45′ – Tigas avança pela esquerda, com espaço para partir para a baliza de Nélson. No entanto, deslumbra-se à saída do guardião lamacense e remata muito mal, ganhando apenas o pontapé de canto. Podia ter feito bem melhor!

45′ + 1 – Na sequência do lance, Tigas bate o canto na esquerda e Pereira corresponde ao segundo poste com um cabeceamento bem executado. Nélson estava atento e faz uma defesa para a fotografia.

45’+5 – Intervalo na partida. A Ovarense reapareceu no ataque já bem perto do descanso, mas continua a valer o golo apontado por Jonatas Santos. Ainda assim, fica na retina uma excelente primeira parte dos alvinegros.

46′ – Que reentrada da Ovarense! Num dos primeiros lances da etapa complementar, Jair aparece com espaço na direita e não pede licença para chutar. A bola saiu com fogo, mas só a rasar o poste direito da baliza do União de Lamas.

48′ – Luís recebe na meia direita, dá uma de Maradona e avança por entre os jogadores da Ovarense. Finta David Rocha, Femi e Pereira mas, já dentro da área, não tem o discernimento para acertar no alvo quando estava na cara do golo.

55′ – Sai Filipe Lírio, entra Wellington. Tigas passa a jogar pelo corredor central, fazendo companhia a Fred, e Wellington vai para a ala.

61′ – Sai Fábio Raúl, entra Óscar Beirão. O médio já sabe o que é marcar à Ovarense, inaugurou o marcador no jogo da primeira volta.

66′ – Sai Jardel, entra Bruno Afonso. A Ovarense procura mais capacidade de choque no seu ataque e tira Mário Jardel, ponta de lança que fez outro jogo apagado.

70′ – Tintim surge na esquerda da área e remata para a defesa de Biscaia. A bola sobra para a zona central e Jonatas prepara-se para a recarga mas embrulha-se com Fábio Pereira. O juiz da partida assinala a segunda grande penalidade do jogo a favor do União de Lamas.

73′ – O guarda-redes suplente da Ovarense, Crujeira, envolve-se numa «troca de mimos» com a claque do União de Lamas e acaba expulso. O estádio fervilha contra o árbitro Cláudio Pereira e a grande penalidade continua por bater.

75′ – Jonatas Santos tem, novamente, a responsabilidade de ultrapassar Biscaia. O guardião ainda adivinha a direção do remate, mas a colocação não deixa possibilidades de defesa. 2-0 para o União de Lamas e Jonatas chega aos 17 no campeonato e iguala Koneh (que marcaria no dia seguinte) na lista de melhores marcadores.

80′ – Sai Parreira, entra Pablo. O brasileiro tem nova oportunidade depois de, na jornada passada, ter rodado na equipa B.

81′ – Sai Emanuel Alves, entra Flecha.

86′ – GOLO DA OVARENSE! Livre apontado por Tigas na esquerda, a bola é mal aliviada por Nélson e Bruno Afonso aproveita para faturar com um toque precioso. A Ovarense reduz e volta à discussão dos pontos na partida.

89′ – Sai Tintim, entra João Marques. Excelente exibição de Tintim, homem que esteve nos dois golos do União de Lamas.

90′ – Estamos em cima do tempo extra e a Ovarense joga com 10 elementos. Jonas é expulso por duplo amarelo.

90’+ 6 – A Ovarense quase empate no último suspiro. Um livre superiormente executado por Tigas ao qual Nélson respondeu com uma defesa monstruosa e que vale 3 pontos para o Lamas.

90′ + 7 – Termina a partida no Estádio Marques da Silva. A Ovarense perde novamente e fica à espera do que vão fazer os rivais diretos na luta pela manutenção. O árbitro da partida, Cláudio Pereira, é o mais visado à saída para os balneários. Os adeptos não esquecem os dois lances de penalidade que assinalou a favor dos lamacenses e reclamam uma grande penalidade no fecho da primeira parte.

Veja a fotogaleria do encontro:

 


Fotos: António Silva
Texto: Pedro Silva
Áudio: Jaime Valente


Opinião dos leitores

Deixa um comentário

O teu e-mail não será divulgado. Obrigatório*


AVfm

A sua nova rádio de sempre

A passar agora
TITLE
ARTIST