SC Esmoriz sai derrotado na Barrinha por um «matreiro» SC Alba

Por em 01/06/2018

À entrada para a penúltima jornada do Campeonato Safina, o SC Esmoriz recebia, no Estádio da Barrinha, o SC Alba. Os esmorizenses estavam num dos melhores momentos da época, algo que os conduziu a uma clara ambição na discussão pelo 5º lugar da tabela classificativa.

Na sétima posição, o Esmoriz acreditava na consolidação da sua candidatura com uma potencial vitória sobre o 11º classificado. Mas, apesar da formação da Barrinha ter dominado grande parte do encontro, sobretudo a segunda parte, o Alba acabou mesmo por chegar ao golo decisivo no seu melhor período e complicou as contas ao adversário.

Apesar da derrota por 0-1 na sua casa, olhando aos resultados dos adversários directos na luta pelo quinto lugar, o Esmoriz tem ainda hipóteses de chegar a esse posto, embora agora parta numa posição bem menos confortável.

Comecemos então pelos habituais onzes iniciais…

Narciso Ratinho, treinador esmorizense, voltou a apostar em algumas alterações em relação ao que tinha sido o último jogo e alinhou na baliza com Joel Borges; na defesa com João Dias, Rúben Pereira, Ruca e Breno; no meio campo com Pedro Godinho, Luftrim Kodraliu e Filipe Leite; e no trio de ataque com Domingo Ortiz, Kalunga e Vando.

Quanto a Hugo Oliveira, técnico do Alba, apostou numa formação balanceada para saídas em transições rápidas, explorando a rapidez do seu ponta de lance. Alinhou com Carvalheira na baliza; Miguel, Resende, Alex e Ricardo no eixo defensivo; Dani, Hélder e Jorge no miolo; e Edu Marques, Tojó e Ricardinho, ao centro, no ataque.

O Esmoriz entrou bem no jogo, pressionando junto da área do Alba, mas revelando-se muito hesitante e perdulário na altura de finalizar as iniciativas.

Depois dos primeiros 15 minutos muito complicados para o Alba, os visitantes começaram a reagir aos poucos, a pressionar bem alto a primeira zona de construção do Esmoriz e a criar cada vez mais perigo na baliza de Joel Borges.

Seria nessa melhor fase que, aos 23’, chegariam ao primeiro e último golo da partida, por intermédio de Ricardinho. Com um passe a entrar na perfeição entre as linhas do SCE, depois de recuperação alta, o avançado aparecia na área a rematar num primeiro momento contra as pernas de Joel e depois, na recarga, a remeter a bola para os fundos das redes. Tanto o guardião como Ruca, que tinha tentado impedir o remate com um carrinho, ficaram junto ao relvado na segunda vaga de Ricardinho.

Sempre bastante irrequieto, Ricardinho voltaria a ter uma oportunidade nos pés, aos 34′, mas desta feita falharia com um remate ao segundo poste, por cima da trave, após cruzamento na direita.

Até ao intervalo ainda haveria tempo para anular um golo a Hélder, aos 40’, por fora-de-jogo. Este foi o segundo golo do Alba a ser anulado na primeira parte.

Narciso Ratinho parecia querer uma grande mudança na sua equipa para a segunda parte. No reatar, fez entrar Moses para o lugar de Kodraliu e puxou Kalunga para o centro, nas costas de Vando.

Logo nos primeiros minutos da segunda parte, os esmorizenses deram mostras de uma atitude renovada e, em busca da reviravolta, tiveram duas oportunidades, um por Vando e outra por Kalunga.

Na primeira, aos 52′, o avançado rematou por cima da trave após passe rasteiro de Domingo Ortiz. Já na segunda, dois minutos após, o extremo tentou colocar a bola na gaveta e esta passou bem rente ao poste esquerdo.

Os jogadores esmorizenses dominavam o segundo tempo e os forasteiros saíam apenas em contra pé. Assim, o Esmoriz esteve outra vez perto do golo, aos 72′, por Breno. O lateral brasileiro flectiu para o centro e rematou com o pé mais fraco, o direito, com o esférico a rasar o poste esquerdo da baliza de Carvalheira.

No entanto, seria perto do final, aos 88′, que surgiria a melhor oportunidade da equipa da Barrinha, por intermédio de Kalunga. Após um livre na esquerda, depois de um desvio, a a bola sobrou para os pés do zambiano que levantou sobre o defesa e rematou praticamente à figura de Carvalheira quando estava a escassos metros da linha de golo. O guardião limitou-se a levantar os braços para defender a bola num lance em que o extremo podia ter feito bem melhor.

Após 7 minutos de compensação, a partida terminaria com o SCA a ficar com os 3 pontos graças a um lance matreiro na melhor fase do jogo. Por seu turno, o Esmoriz ficou a desejar ter tido maior eficácia no caudal ofensivo que teve, principalmente, na segunda parte.

Helder Ferreira foi o repórter da Rádio AVfm no local. Ouça as declarações dos técnicos:

  • Declarações SC Esmoriz | Narciso Ratinho:

 

  • Declarações SC Alba | Hugo Oliveira:

 

Ainda que com a derrota averbada, face aos deslizes de Pampilhosa e Bustelo, o SC Esmoriz pode ainda chegar ao 5º lugar. Na última jornada do Campeonato Safina, vai a casa do SC Fiães na esperança de que a conjugação de resultados dos rivais lhe dê a melhor classificação possível na competição.

 


Fotos: Helder Ferreira 
Texto: Helder Ferreira
Áudio: Jaime Valente


Opinião dos leitores

Deixa um comentário

O teu e-mail não será divulgado. Obrigatório*


AVfm

A sua nova rádio de sempre

A passar agora
TITLE
ARTIST