O escritor vareiro Carlos Nuno Granja «atingiu a maioridade»

Por em 22/07/2018

Carlos Nuno Granja lançou no sábado, dia 21 de julho, no auditório da Casa do Povo, o livro «Também há abutres a planar no paraíso».

Carlos é professor do 1º ciclo e vai alimentando a sua paixão pelo texto lírico e expandindo a sua obra. Este é o seu 18º lançamento, em apenas 6 anos de carreira nas letras.

«Também há abutres a planar no paraíso» marca o regresso do autor à poesia e é dedicado às suas filhas, Rita e Clara, já que «a existência é um paraíso e a paternidade um caminho de eternidade».

A abertura do evento foi da responsabilidade de Jaime Valente que, em breves palavras, relembrou o facto de Carlos ser também colaborador na Rádio AVfm, onde mantém dois programas de autor. Realçou ainda que o autor «abana a cultura da nossa cidade», adjetivando-o como «agitador cultural».

O responsável da editora «Livros de Ontem», João Batista, também marcou presença na apresentação do livro. João referiu que «este já é o terceiro livro que o Carlos publica connosco», entre outras reflexões onde, por exemplo elogia a pujança cultural da nossa cidade; face a outras urbes de maior dimensão.

Por último, o autor teceu algumas considerações e agradeceu a presença de todos, tendo terminado a apresentação com a leitura do último poema do livro, «Aos abutres»:

«Como a existência é um direito de todos,
Vivam. Não me calarei, não desistirei,
Não abdicarei.
O futuro não é meu.
A poesia a ninguém pertence.
O futuro é um vazio que a ninguém pertence

Pode ouvir aqui a sessão de lançamento na íntegra:

 

Fique com o registo fotográfico do momento:

 

 


Fotos: Jaime Valente
Texto: Catarina Santos
Áudio: Jaime Valente
 

 


Opinião dos leitores

Deixa um comentário

O teu e-mail não será divulgado. Obrigatório*


AVfm

A sua nova rádio de sempre

A passar agora
TITLE
ARTIST