Um concerto «Fora de Moda»… ou talvez não!

Por em 02/11/2017

O concerto de apresentação estava marcado para as 21h30.

O palco do Auditório do Orfeão de Ovar, mais habituado a receber instrumentos acústicos, estava diferente. Havia lá uma bateria. Um teclado. Baixos e guitarras assinalavam a necessidade de amplificadores e de pedais de efeitos.

Estava no sítio certo, ou não tivesse recebido um convite a garantir-me que saberia onde deveria comparecer. Um convite em papel fotográfico e entregue em mãos, algo que, posso assegurar, já não está mesmo na moda…

Havia algo de diferente prestes a acontecer. O público chegava a horas e em bom número. Todos traziam o tal convite personalizado e tratavam os elementos da banda por tu…

Mais do que um concerto de apresentação, senti que fazia parte de algo. Que tinha tido o privilégio de ser convidado para, imagine-se só, ouvir e dar a minha opinião sincera sobre um projeto musical com tanto de importante como de humilde! Como amigo, pois também eu lá tinha um dos bons e velhos!

Por momentos, ainda antes dos primeiros acordes, julguei-me noutra época. Passaram-me pela memória momentos idos, alguns com saudade. Liguei o gravador e preparei a máquina fotográfica. Quando olhei em volta a sala estava quase cheia…

Começa o concerto, que haveria de durar pouco mais de uma hora. Não tivesse eu que estar de olhos abertos para fotografar e facilmente poderia ter viajado por sonoridades de sempre. Fechando os olhos poderia pensar estar a assistir a um concerto de Camel. Ou de Credence. Elvis, de quando em vez… e tantos outros!

A vantagem de estar atento e de olhos abertos foi sentir-me parte da felicidade que nos chegava do palco. Verdadeira. Olhos nos olhos. Os instrumentos souberam dizer-nos isso mesmo. E as palmas não tardaram.

Os «Fora de Moda» podem sê-lo no sentido lato, mas «estão na onda». Basta que tenhamos o sintonizador disponível para a captar. Desfilaram músicas originais, algumas compostas há 30 (!) anos atrás, guardadas até hoje. Letras em inglês e também em português, escritas por elementos da banda ou por amigos que aceitaram o desafio. Temas de difícil interpretação na sua maioria, com uma componente melódica sempre presente e solos com tanto de oportuno como de inesperado. Em suma, música… com notas retiradas dos instrumentos sem grandes artimanhas que não a arte e o engenho dos intérpretes…

Que bela surpresa! Que momento tão genuíno e que banda tão única… Não me enganarei seguramente se aqui garantir que nenhum dos elementos da banda tem menos de 50 anos. Ou o erro será perdoável…

O mais jovem, na guitarra, também compõe e canta num inglês natural e num português com sotaque norueguês: está assim apresentado o Hallstein Sørås que se apresentou com uma valente dor de garganta.

Ao seu lado, Jesus Silva, homem de muitos projetos musicais trata o baixo por tu (e trata-o bem) e ajuda nos coros. Na bateria, alguém que dispensa apresentação. Tem 76 anos e toda a vida esteve ligado à música, tendo já sido Rei do Carnaval de Ovar. João Fernando Costa é daqueles bateristas que toca sem esforço aparente… Na outra guitarra e no teclado esteve Manuel Sampaio, também compositor e mentor do projeto – um médico com sensibilidade para a música, com quem tivemos o prazer de estar à conversa no final do concerto:

Entrevista – Manuel Sampaio

 

Sem recurso aos meios técnicos ideais, atrevemo-nos a fazer o registo do espetáculo. Convidamos a que o aprecie de forma despretensiosa, tal como foi apresentado o projeto «Fora de Moda»:

Concerto – Fora de Moda

 

E porque o objetivo era obter feedback dos amigos, aqueles que poderiam dizer sem rodeios o que pensam do trabalho apresentado, digo aqui que há por aí coisas bem piores a fazer sucesso.

Encontrem um(a) vocalista (ou pelo menos tratem da garganta deste) e continuem. Não percam as vossas influências nem tentem ver-se livres delas. E gravem o CD que está nos vossos planos. Eu terei todo o prazer em ter um exemplar autografado.

E se quiserem ser atrevidos, gravem um LP em vinil. Ou uma cassete. Coisas que, ao fim e ao cabo, até nem estão nada «fora de moda». Tal como vocês…

Veja a fotogaleria:

 


Foto: Jaime Valente
Texto: Jaime Valente

Opinião dos leitores

Deixa um comentário

O teu e-mail não será divulgado. Obrigatório*


AVfm

A sua nova rádio de sempre

A passar agora
TITLE
ARTIST