Museu de Ovar expõe escultura das décadas de 40 a 60

Por em 13/03/2018

O «Museu de Ovar» prossegue a sua intensa atividade cultural, surpreendendo não poucas vezes os seus visitantes com exposições que bebem do seu enorme acervo, onde se encontram peças de grande valor histórico e patrimonial. Muitas delas contam histórias, quase sempre ligadas ao percurso da própria instituição; que luta com dificuldades de espaço e de condições físicas que lhe permitam assegurar uma boa conservação de tudo o que se encontra à sua guarda.

Desta feita, foi inaugurada uma exposição de escultura. Patente até 7 de Abril, o certame conta com peças que estiveram fora da vista durante meio século. Com particular incidência em trabalhos das décadas de 40, 50 e 60; a mostra conta com esculturas em gesso e em bronze; ocupando três salas do edifício.

Poderão ser apreciadas obras de Alberto Carneiro, Leopoldo de Almeida, Teixeira Lopes, José Rodrigues, Raul Xavier, Carlos Amado, António Duarte, Henrique Moreira, Lagoa Henriques e do escultor ovarense, natural de Arada; Luís de Matos. Um verdadeiro tesouro, que conta com originais e também com «esbocetos».

Manuel Cleto, Diretor do «Museu de Ovar» referiu na sua intervenção o importante papel de Luís de Matos na preparação desta exposição, tanto na seleção e identificação das obras, como em pequenos restauros de algumas peças que acusam os sinais do tempo e assim puderam reconquistar a sua dignidade.

Mais uma boa oportunidade para visitar o «Museu de Ovar», conhecer estas obras e inteirar-se no local do extraordinário trabalho que por lá está a ser feito!

 


Fotos: José Lopes
Texto:  Jaime Valente

 

 


Opinião dos leitores

Deixa um comentário

O teu e-mail não será divulgado. Obrigatório*


Continuar a ler

AVfm

A sua nova rádio de sempre

A passar agora
TITLE
ARTIST