Jóni Oliveira

Nascido a 29 Março de 1991, em Ovar Jóni Oliveira, Seu Nome Verdadeiro ,Torneiro Mecânico de Profissão, desde tenra idade, demonstrou grande apetência para a música. Sendo a bateria o seu elemento de eleição

Com dezassete anos apenas, juntou um pequeno grupo de amigos e forma a sua primeira banda de Punk rock onde também cantava ( The Pucks ) e Teve Participações enquanto Baterista e Vocalista em Bandas Vareiras como “Lola Muff” e “Pevides de Cabaça”.

Em 2011 junta-se á Bateria de uma banda portuense de Indie, os “Inside Visions” que mais Tarde se Tornaram nos “Indian Zephyr” Projeto do Qual Ainda mantém a Atividade.

Lançaram um EP com três músicas alcançando mais de vinte mil reproduções na plataforma Myspace.

No ano de 2013,  Jóni Oliveira decide seguir o caminho de Cantautor

Regressa a sua terra natal ,Faz os seus Primeiros Temas e forma o grupo Meio-Irmão.

Um grupo de Jovens onde uma mescla de sonoridades improváveis dentro do panorama Comercial em que o Rock se junta ao samba, ao Drum n Bass e Folk … optando por cantar num estilo agudo muito peculiar Misturando instrumentos Portugueses com Brasileiros.

Com este projeto atingem o primeiro lugar na plataforma digital Tardiio ,

Disputam a final do concurso de novas bandas  organizado pela rádio Antena 3 e RTP sendo a banda mais votada pelo público entre mais de 200 ficando em Segundo Lugar.

A Banda vencedora Inglesa “Time for T.” Posteriormente lhe Convidou para Interpretar o um dos seus Temas em Português “A Crise” em Algumas das Suas Tours por Terras Lusitanas como Paredes de Coura (Festival Sobe á Vila), Ovar, Ílhavo e Porto.

Em 2014 edita o seu primeiro CD. Que os leva a participar em alguns festivais de verão como o festival de Carviçais, Surf at Night (Compôs o Hino Oficial dessa Edição) entre outros , partilhando o palco com os mais variados artistas portugueses até ao presente Ano com o Segundo Disco na Forja.

Agora em 2018 Jóni Oliveira decide finalmente seguir o seu sonho a solo.

O som do Rock cantado em português misturando o psicadélico dos Anos 60 onde o Surf Rock se Funde com as Influências do Boom do Rock Português.

Seu EP de Estreia está previsto para 2019 com a Participação de alguns dos seus Mestres e Amigos de Estrada.

A Estreia está marcada para dia 13 de outubro de 2018 no Festival Novo -Mostra da Nova Música Portuguesa . Palco que Sonha Pisar Como se Tratasse da Lua.

Alinhamento