Flecha(da) abriu caminho para a primeira vitória da Ovarense B no Marques da Silva

Por em 05/02/2018

Ao fim de 15 jornadas da Série B da 2ª Distrital, a equipa B da Ovarense finalmente venceu no Marques da Silva! Uma vitória sofrida, por 1-0, sobre a formação da AD Requeixo e com uma Ovarense B de «cara lavada». Com alguns atletas que parecem piscar o olho à formação principal, esta é uma equipa com mais soluções e um futebol mais atrativo.

O jogo foi disputado com qualidade, mesmo que frente a frente estivessem o penúltimo (Ovarense B) e o antepenúltimo (Requeixo) da classificação. A partida foi equilibrada e sorriu aos vareiros, formação que teve do seu lado a «estrelinha da sorte». Ao longo dos 90 minutos, a turma do Requeixo mandou 4 bolas aos travessões. Mas, graças a muito sacríficio e raça, esta exibição dos pupilos do prof. António Tavares foi coroada com 3 pontos e um golo soberbo de Flecha.

O técnico da Ovarense B apostou em Dani na baliza; linha defensiva completamente reestruturada, com Pablo e Carlos nas laterais, Marco Rodrigues e Ramón no eixo central; no miolo, Oliveira tomou conta da posição 6 enquanto Miguel Ribeiro e Mateus tiveram mais liberdades para atacar; na frente, Flecha e Zé Pinto ocuparam as laterais e Campino ocupou o centro.

Já Fernando Lima, timoneiro do CD Requeixo, confiou a baliza a Luís Costa; colocou um quarteto defensivo composto por Rilhas, Saúl, Carlos e Steven; meio campo com Teixeira, Herlander e Simões; e um trio ofensivo pertencente a Rebelo, Fonseca e Rui Lima.

O melhor da partida estava guardado para os primeiros minutos, nomeadamente para o minuto 12. Flecha fez um movimento vertical da ala para o meio e tentou a sorte do meio da rua. A bola só parou mesmo no ângulo da baliza de Luís Costa, guardião que ainda voou mas nada podia fazer. Que início demolidor dos vareiros e logo com um golaço!

O Requeixo não baixou os braços e começou a subir o seu bloco para manter em sentido a linha defensiva da Ovarense. Só que a defesa vareira portou-se muito bem, com destaque para os dois centrais: Marco Rodrigues e Ramón foram simples e eficazes, regras que ditam lei na linha defensiva de qualquer equipa.

No entanto, aos 31′, valeu o poste à Ovarense B. Num canto vindo da esquerda e batido por Simões, Saúl antecipou-se ao bloco defensivo e cabeceou ao ferro, coroando aquela que foi a grande oportunidade até ao final do primeiro tempo.

A primeira parte teve um Mateus a encher o campo. O centro campista mostrou ser muito bom tecinamente e há que realçar a magia que saía dos seus pés sempre que a bola lhe chegava.

Na segunda parte, Fernando Lima decidiu refrescar o miolo e colocou Márcio no lugar de Teixeira. Uma alteração que foi ganhando sentido com o decorrer do segundo tempo já que Márcio entrou com muita vontade e trouxe algo de novo esta turma de Aveiro.

Só que, aos 58′, a partida de bom futebol deu lugar às quesílias. O «caldo entornou-se» mesmo com momentos de confusão total dentro das 4 linhas. Confusão essa que começou com uma picardia entre Steven e Zé Pinto e estendeu-se a todos os intervenientes em campo. No final, Marco Rodrigues e Rilhas foram expulsos e a situação ficou apenas sanada, pois o jogo continuou a ferver.

Com 10 jogadores em cada lado, no futebol jogado, o Requeixo até podia ter mudado as contas. Em dois minutos, os visitantes acertaram por mais duas vezes no poste: aos 72′, Simões chutou rasteiro e valeu o poste direito da baliza de Dani; aos 74′, o recém entrado Estima disparou de muito longe e a bola embateu com estrondo na trave.

Notava-se que a segunda parte dos jovens vareiros estava a ser marcada pelo sacrifício. De facto, a Ovarense saiu poucas vezes com critério para o ataque e, do banco de suplentes, não apareceram grandes soluções.

Aos 85′, outra oportunidade soberana para o Requeixo: Simões cruzou num livre na direita e o capitão Marcelo subiu ao segundo andar para cabecear. A bola voltou a embater no poste e mais uma vez não entrou na baliza de Dani.

A Ovarense conseguiu responder um minuto depois, mas não foi capaz de colocar um ponto final no marcador. Valeu uma saída destemida de Luís Costa que parou o ataque alvinegro numa primeira vaga e e depois fez uma defesa pouco ortodoxa (mas eficaz) numa segunda.

A partida estava na fase final e não sofreu qualquer alteração até ao seu término. A Ovarense somou mais três pontos e alcançou uma vitória muito difícil e suada perante uma formação do Requeixo organizada e com excelentes individualidades: como é o caso de Simões e Herlander.

Joel Magina e Pedro Silva foram os repórteres da AVfm no local. Ouça as entrevistas de Joel Magina aos técnicos da partida:

  • Declarações AD Ovarense B | António Tavares:

 

  • Declarações AD Requeixo | Fernando Lima:

 

Graças a esta vitória, os alvinegros reforçam o penúltimo lugar e aproximam-se da equipa do Requeixo, ficando a 4 da turma dos aveirenses. Apesar do campeonato parar no próximo fim-de-semana para os festejos do Carnaval, a equipa da Ovarense B poderá preparar a deslocação a Macieira Cambra (marcada para 18 de Fevereiro) com o sabor de mais 3 pontos na tabela.

 


Fotos: João Silva
Texto: Joel Magina
Áudio: Jaime Valente


Opinião dos leitores

Deixa um comentário

O teu e-mail não será divulgado. Obrigatório*


AVfm

A sua nova rádio de sempre

A passar agora
TITLE
ARTIST