Current track

Title

Artist

Current show

AV Despertar

06:00 08:00

Current show

AV Despertar

06:00 08:00


Autárquicas’21 em Ovar: a maioria dos boletins de voto terá 7 opções. Conhece-as todas?

Written by on 04/08/2021

Terminou na passada segunda-feira o prazo legal para a entrega das listas concorrentes às próximas eleições autárquicas, marcadas para 26 de setembro. Assim, desde o início da semana anterior que o espaço exterior do Tribunal de Ovar foi o palco das habituais fotos de grupo dos vários partidos e coligações políticas, que por lá passaram para o ato simbólico de oficializar as suas candidaturas aos diferentes órgãos autárquicos das freguesias e do município.

No total são 7 as opções que os eleitores vão ter, num exercício democrático sem paralelo na história do município de Ovar. É certo que nem todos os projetos se candidatam a todos os órgãos, mas podemos assegurar desde já que a esmagadora maioria dos boletins de voto terá 7 quadrículas. Para já resta a dúvida se a esta mobilização de candidaturas corresponderá uma equivalente corrida às urnas, ou se porventura terá o efeito inverso…

Entretanto, já é conhecida a ordem pela qual as candidaturas serão apresentadas nos Boletins de Voto:

  1. Movimento 2030 (coligação Nós Cidadãos (NC) e Partido Popular Monárquico (PPM))
  2. Partido Social Democrata (PSD)
  3. CDU – Coligação Democrática Unitária (coligação Partido Comunista Português (PCP) e Partido Ecologista “Os Verdes” (PEV))
  4. CHEGA
  5. CDS – Partido Popular (CDS-PP)
  6. Bloco de Esquerda (BE)
  7. Partido Socialista (PS)

Ao longo deste artigo fazemos o resumo, por força política, dos cargos a que foram apresentadas candidaturas, ao mesmo tempo que lhe damos a conhecer os principais protagonistas das mesmas.

1 – Movimento 2030

Filipe Marques Gonçalves, Mandatário do Movimento 2030, oficializou a candidatura a 27 de julho.
Concorrendo a todos os órgãos autárquicos, as suas listas reúnem cerca de 150 elementos. Assumindo-se como independentes, apresentam-se a votos pela primeira vez.

Cabeças de Lista:

2 – Partido Social Democrata

O Mandatário da candidatura dos laranjas, Manuel Oliveira Dias, entregou as listas concorrentes a todos os órgãos autárquicos a 30 de julho. O PSD venceu as eleições em 2017 conseguindo largas maiorias, apesar de não ter destronado o PS da União das Freguesias de Ovar e da Junta de Freguesia de Válega.

Cabeças de Lista:

3 – CDU – Coligação Democrática Unitária

Aurora Gaia, Mandatária concelhia da Coligação Democrática Unitária, legalizou a candidatura a 29 de julho. Os comunistas concorrem a todos os órgãos autárquicos.

Cabeças de Lista:

4 – CHEGA

No dia 28 de julho, Marco Almeida, Mandatário do CHEGA, oficializou a candidatura do partido, apresentando listas apenas a três órgãos autárquicos. O mediático partido apresenta-se a votos nas autárquicas pela primeira vez.

Cabeças de Lista:

5 – CDS – Partido Popular

Foi a 27 de julho que o Mandatário do CDS, Manuel Diamantino Correia, oficializou as candidaturas dos centristas que, à exceção da Junta de Freguesia de Cortegaça, se apresentam a votos em todos os órgãos autárquicos. Apesar de se tratar de um partido político sobejamente enraizado no panorama local e nacional, apostam em 2021 na integração de vários independentes nas suas listas.

Cabeças de Lista:

6 – Bloco de Esquerda

No passado dia 2 de agosto, a Mandatária bloquista, Patrícia Veiros, oficializou a candidatura do partido no Tribunal de Ovar. Os bloquistas concorrem apenas a três órgãos autárquicos.

Cabeças de Lista:

7 – Partido Socialista

O Mandatário do PS, David Oliveira, oficializou, na manhã de 26 de julho, a candidatura dos socialistas a todos os órgãos autárquicos. Atualmente o maior partido da oposição do nosso Concelho, o PS governa a União das Freguesias de Ovar e a Junta de Freguesia de Válega, onde o atual Presidente não se pode recandidatar.

Cabeças de Lista:

À boca das urnas cada eleitor será chamado a pronunciar-se através do voto em 3 boletins distintos. Num deles deverá escolher a sua opção para a Câmara Municipal. Outro será válido para a Assembleia Municipal. De acordo com a Freguesia onde estiver a votar, ser-lhe-á entregue também um boletim para escolher o candidato à sua Junta de Freguesia.

A campanha eleitoral para as autárquicas de 2021 está marcada para acontecer entre 14 e 24 de setembro. Ainda assim, as ações de divulgação vão-se multiplicando desde já, com uma forte presença de todas as candidaturas nas redes sociais. Informe-se sobre as propostas de cada força política e, a 26 de setembro, não deixe de ir votar. Como é sabido, poderá também optar por votar em branco ou por inutilizar o seu boletim, tornando o seu voto nulo.


Foto: Direitos Reservados
Texto: Irina Silva

Reader's opinions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *