Faixa Atual

Título

Artista

Atual

Noticiário

16:00 16:05

Atual

Noticiário

16:00 16:05


Campeonato de Portugal: Florgrade ainda sem vencer… e sem marcar

Escrito por em 04/09/2023

Ainda não foi desta que a Florgrade somou os primeiros golos e a primeira vitória no Campeonato de Portugal. À 3.ª jornada da competição, os corticeiros jogaram em casa do Salgueiros e, apesar dos esforços, acabaram derrotados por 1-0.

Contra o “velho salgueiral”, histórico do futebol português que agora joga em Campanhã, a Florgrade até apareceu personalizada e, principalmente na segunda parte, fez por merecer melhor sorte. No entanto, o conjunto da casa acabaria por garantir a vitória graças a um golo solitário de Miguel Ângelo, aos 40 minutos da partida.

Com apenas um ponto somado em dois jogos de Série B de Campeonato de Portugal, a Florgrade apareceu com algumas mudanças na partida. André Ribeiro promoveu a reentrada de Pedro Sancho (que atuou como ala direito) e estreou Ricardo Machado, Nuno Esgueirão, Edu Silva e Pedro Silva no onze titular – os dois últimos tinham já sido lançados como suplentes nas jornadas anteriores.

Com um ataque mais cerebral, atuando com Pedro Silva e Fábio Vieira nas alas e Jaime Poulson no centro, a Florgrade até deixou boas indicações no primeiro tempo. No entanto, adaptando-se ao estilo corticeiro, o Salgueiros conseguiu ter um ligeiro ascendente nesses 45 minutos iniciais.

André Mesquita, extremo direito dos locais acabou por ser um autêntico quebra-cabeças, proporcionando vários lances de desequilíbrio na defesa da Florgrade. Por seu turno, com Ricardo Machado a fechar o trio de centrais corticeiros à esquerda e Nuno Esgueirão a fazer o papel de ala desse lado do campo, a equipa às ordens de André Ribeiro revelou sempre muitas dificuldades no controlo defensivo.

O golo do Salgueiros acabaria mesmo por nascer no flanco direito da equipa da casa, com André Mesquita envolvido na jogada e uma finalização – com alguma sorte à mistura – de Miguel Ângelo. A perder, a Florgrade transfigurou-se na etapa complementar e fez por merecer o golo e, pelo menos, o empate na partida.

Ibrahim Koneh e Rui Raínho entraram ao intervalo e ambos mostraram-se a grande nível na segunda parte. Num todo, toda a dinâmica da Florgrade foi bem mais interessante de acompanhar, com futebol mais fluído, mais intenso e de maior posse e segurança.

As oportunidades sucederam-se… mas o golo acabou por nunca surgir. A equipa cortegacense até parece ter a receita para chegar ao sucesso, mas teima em falhar na definição dentro do último terço. Ora na assistência, ora na finalização, foram vários os lances desperdiçados.

A sensação de que a equipa vive uma fase de menor fulgor no que à confiança diz respeito é cada vez mais visível. Com três jogos disputados e zero vitórias conquistadas, a Florgrade entra em campo cada vez mais desconfiada das suas capacidades e precisa, rapidamente, de golos e pontos para voltar aos seus melhores índices anímicos.

No próximo domingo, com pausa no campeonato, os olhares ficarão voltados para a estreia da Florgrade na Taça de Portugal. O adversário da 1.ª eliminatória será o Beira-Mar e o jogo disputa-se no Buçaquinho.

Já no que diz respeito à Série B, o próximo jogo está agendado para dia 17, com a receção dos corticeiros ao Oliveira do Douro, atual 10.º classificado da tabela.

A Florgrade ocupa o 13.º e penúltimo posto da Série B do Campeonato de Portugal, com os mesmos pontos do último, Vila Meã – curiosamente, o ponto de ambas as equipas foi conquistado na partida entre ambos, referente à primeira jornada (0-0).

SC Salgueiros – Mário Ferreira
Florgrade FC – André Ribeiro

[give_form id=”81006″]


Imagem: Direitos Reservados
Texto: Pedro Silva


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *