Hospital de São Sebastião: Administração e Pediatras em desacordo com as escalas das urgências

Por em 05/09/2020

O Sindicato Independente dos Médicos (SIM), tomou conhecimento que os Médicos do Serviço de Pediatria do CHEDV – Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga de Santa Maria da Feira, alertaram a Administração do Hospital para a carência de profissionais na unidade hospitalar de São Sebastião, colocando em causa o bom funcionamento do serviço de urgência.

Segundo o comunicado, existem irregularidades recorrentes na elaboração das escalas de serviço das urgências, havendo desrespeito por normas técnicas e legais, o que leva à exaustão dos profissionais, colocando consequentemente os utentes num risco clínico inaceitável.

O SIM aconselhou os profissionais de saúde integrados no Serviço de Pediatria do CHEDV a manter as declarações de escusa de responsabilidade e a apresentar declarações de protesto, sempre que não sejam cumpridas as regras do Colégio da Especialidade da Ordem dos Médicos e/ou do Despacho n.º 10319/2014, de 8 de novembro.

Os Médicos Pediatras queixam-se que, não poucas vezes, quando escalados para a prestação de trabalho urgente, prestam simultaneamente assistência a outros serviços, nomeadamente ao internamento, o que não têm qualquer obrigação de cumprir.

Em reação à acusação do SIM, a administração veio a público explicar que “a escala tem sido assegurada pelo empenho e dedicação dos elementos da equipa, bem como com o apoio de outros elementos contratados em regime de prestação de serviços para o efeito”.

Assegurou ainda que o serviço de pediatria elabora a escala do serviço de urgência com regularidade mensal, estando garantido o funcionamento diário ao longo de todo o mês de setembro, informação que contraria as dúvidas colocadas pelo SIM, que apontavam para a possibilidade do encerramento das urgência de Pediatria do Hospital da Feira.

Especificou também que a unidade tem 22 profissionais ao serviço e que 8 destes conseguem assegurar o serviço de urgência noturna. Os restantes estarão dispensados deste serviço por motivos de idade, saúde ou gravidez/maternidade.

Ao longo dos últimos anos (…) temos reforçado significativamente o quadro do serviço de pediatria, como é demonstrado pela entrada de seis novos pediatras nos últimos quatro anos”.

acrescentou o Conselho de Administração do CHEDV

Informou ainda que, em Agosto, foi autorizada a contratação de dois novos Pediatras, para afetar exclusivamente ao serviço de urgência.


Fotos: Direitos Reservados
Texto: Irina Silva


Opinião dos leitores

Deixa um comentário

O teu e-mail não será divulgado. Obrigatório*


AVfm

Rádio global de âmbito local

A passar agora
TITLE
ARTIST