Faixa Atual

Título

Artista

Atual

Alma Lusitana

13:05 14:00

Atual

Alma Lusitana

13:05 14:00


Novo Bloco Operatório do Hospital de Ovar vai mesmo para Concurso Público

Escrito por em 24/11/2021

Já se encontram reunidas as condições para a abertura do Concurso Público das obras de remodelação e ampliação do Bloco Operatório do Hospital Dr. Francisco Zagalo de Ovar (HFZ), sinónimo de que o Governo, através dos Ministérios da Saúde e das Finanças, autorizou o investimento, que se traduz num encargo superior a 3 milhões de €uros.


Relacionado:


Luís Miguel Ferreira, Presidente do Conselho Diretivo da unidade hospitalar, recebeu a notícia “com alegria e emoção”, já que a autorização superior permite, na prática, concretizar um antigo sonho, há muito esperado.

O responsável aproveitou para sublinhar o crescimento da unidade de saúde pública que, em quatro anos, duplicou o número de médicos dos seus mapas de pessoal, demonstrando-se assim que o Ministério da Saúde conta com o Hospital de Ovar para a prestação de cuidados de saúde no contexto do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Projeto da remodelação e ampliação do Bloco Operatório

Também foi destacado o “enorme contributo” da tutela, levando o processo para o curso desejado, nomeadamente através equipas do Ministério da Saúde, da Administração Regional de Saúde do Centro e da Administração Central do Sistema de Saúde que, em articulação com o Hospital, “tudo fizeram” para ultrapassar as inúmeras dificuldades que surgiram no percurso.

Foram ainda endereçadas palavras de agradecimento a outras entidades:

  • à Câmara Municipal de Ovar, que “sempre nos apoiou naquilo que foi sendo necessário neste longo percurso”,
  • à SUCH – Serviço de Utilização Comum dos Hospitais, “pelo magnífico e exigente projeto que desenvolveu”,
  • ao Programa Operacional (PO) Centro 2020, “pela aprovação da candidatura de co-financiamento comunitário”,
  • às anteriores equipas diretivas do hospital “que desenvolveram também os seus esforços para viabilizar este projeto”,
  • a todos os profissionais desta instituição que, “com o seu trabalho diário, fazem com que, superiormente, acreditem em nós”. 

De acordo com as portarias publicadas em Diário da República, até 2023, os encargos com obras e equipamentos chegarão aos 3,3 milhões de €uros. O investimento contará com um apoio comunitário máximo de 2,5 milhões de €uros. Trabalha-se já no pressuposto de que, até ao final do 1º semestre de 2023, se comecem a operar os primeiros utentes na nova sala de bloco operatório.

Se alguém ainda tinha dúvidas quanto ao futuro deste hospital, deve olhar para a viabilização deste investimento e passar a acreditar naquilo de que somos capazes

rematou Luís Miguel Ferreira

Fotos: Direitos Reservados
Texto: Irina Silva

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *