Ovar: ameaçou com arma de ar comprimido e ficou sem ela

Por em 27/08/2020

Agentes da Esquadra de Ovar da Polícia de Segurança Pública (PSP), identificaram um jovem, estrangeiro, de 22 anos, por ameaça com arma de ar comprimido. O insólito aconteceu no passado dia 25, cerca das 18h00.

Na origem da altercação a que a PSP foi chamada, terá estado um desentendimento no trânsito. O jovem, enquanto circulava pelas ruas de Ovar no seu automóvel, desentendeu-se com outro condutor, de 68 anos, operário fabril e residente no estrangeiro. Após terem percorrido algumas ruas, os sujeitos acabaram por parar as viaturas, envolvendo-se numa troca de argumentos. Durante a discussão, o jovem estrangeiro terá exibido a arma de ar comprimido, ameaçando o outro sujeito.

No decorrer da sua intervenção, a PSP revistou o veículo do jovem pasteleiro, tendo encontrado e apreendido como medida cautelar, para além da arma referida, 1000 projéteis de 4,5 milímetros, um aerossol de defesa e 5 cartuchos de CO2 de 12g.

Este tipo de armas e munições não têm o intuito de matar ou ferir. Quase sempre são utilizadas em atividades recreativas de “Airsoft”, onde os participantes simulam operações policiais, militares ou de mero improviso. Nessas atividades, são usadas armas de pressão que disparam projéteis de plástico não letais.
Ainda assim, essas armas devem estar pintadas para se poderem diferenciar das verdadeiras.


Foto: Direitos Reservados
Texto:
Irina Silva


Opinião dos leitores

Deixa um comentário

O teu e-mail não será divulgado. Obrigatório*


AVfm

Rádio global de âmbito local

A passar agora
TITLE
ARTIST