Faixa Atual

Título

Artista

Atual

Atual


Basquetebol: Ovarense vence no Algarve; primeiro quarto endiabrado ditou diferenças

Escrito por em 20/04/2024

Em Albufeira, diante do Imortal, a Ovarense alcançou a 13.ª vitória na Liga Betclic e aproveitou o deslize do Póvoa para regressar ao top 5 da classificação. A vitória sobre os os algarvios cifrou-se num 82-97 e foi construída, acima de tudo, no primeiro quarto: altura em que a Ovarense mostrou créditos no ataque e registou o seu recorde de pontos num só período.

Uma entrada a todo o gás da Ovarense a nível ofensivo com um parcial de incríveis 18-38. Ainda assim, a abordagem inicial do Imortal, com dois triplos sem resposta, augurava outro cenário. Porém, os vareiros soltaram – e de que maneira! – o seu jogo ofensivo, passaram para a dianteira aos 6-7 e de lá nunca mais saíram.

Com 20 pontos de “almofada” conquistados em apenas 10 minutos, a formação de João Tiago Silva foi abrandando o ritmo ao longo do segundo quarto. Aproveitou o Imortal para recuperar terreno, vencendo por 24-16 e chegando ao intervalo com 12 pontos de desvantagem (42-54).

Mas esta era mesmo mais uma tarde de bom rumo para a Ovarense. E, se dúvidas existissem, essas ficaram totalmente dissipadas na reentrada para a segunda parte: a Ovarense resolveu a questão com um 23-27, regressando a uma vantagem de 16 pontos e com tudo para gerir no fecho do encontro.

O Imortal até venceria o último quarto pela margem mínima (17-16), nada que ameaçasse o triunfo alvinegro em terras algarvias. Um 82-97 que, de resto, acabou por demonstrar superioridade da Ovarense não só no resultado final mas também em vários dados estatísticos.

A equipa de Ovar foi mais assertiva em todos os parâmetros de lançamento, com maior eficácia na linha de 2 pontos (65% contra 35%), na de 3 pontos (53% contra 46%) e ainda nos lançamentos livres (79% contra 63%).

Num jogo de poucos ressaltos ofensivos, a Ovarense acabou mesmo assim por defender melhor o seu cesto nas alturas (total de 41 contra 25 do Imortal) e, no capítulo das assistências, esteve perto das 20 em todo o encontro, embora tenha visto o Imortal ainda mais associativo (19 da Ovarense contra 22 dos algarvios).

Jamir Harris voltou a comprovar a boa forma recente, terminando o encontro com a maior valorização e o prémio de MVP. Em menos de 24 minutos em campo, somou 22 pontos, 4 ressaltos e 4 assistências.

Ainda em destaque estiveram, pela Ovarense, Jalen Jenkins (12 pontos, 8 ressaltos, 3 assistências), Efe Odigie (17 pontos, 6 ressaltos), Jonathan Silva (10 pontos, 4 ressaltos, 2 assistências) e ainda Jeremiah Bailey (9 pontos, 7 ressaltos, 4 assistências).

Ganhando, a Ovarense não só somou a 13.ª vitória na Liga, como ainda aproveitou para ascender, novamente, ao 5.º lugar da tabela classificativa. Isto porque o CD Póvoa acabou por perder de forma contundente na visita à casa do SL Benfica (101-77).

Assim, a uma jornada do fecho da fase regular, a Ovarense pensa agora em terminar bem antes de abordar os playoffs. Na próxima jornada, agendada para o próximo fim-de-semana, recebe a AD Galomar, 9.º classificado já sem hipótese matemáticas de entrar no grupo de apurados para as eliminatórias.

[give_form id=”81006″]


Imagem: Direitos Reservados
Texto: Pedro Silva


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *