CCR Válega entrou personalizado na 1ª Divisão

Por em 14/10/2020

Foi com uma exibição personalizada que o Centro Cultural e Recreativo de Válega (CCRV) entrou em prova na 1ª Divisão Distrital da AF Aveiro. Com vários reforços em destaque, os comandados de Paulo Gomes receberam e venceram o Grupo Desportivo da Mealhada (GDM) por 2-1 mas, para os poucos adeptos que estiveram no Sargaçal (o jogo fez-se à porta fechada), o resultado até peca por escasso.

Com um ataque renovado, o Válega criou algumas ocasiões de perigo na primeira parte, mas apenas conseguiu chegar ao golo com uma grande penalidade. André Rendilheiro ganhou o penálti depois de já ter ameaçado o golo na área dos da Bairrada; Tiago Fragoso, ex-Geração RD, estreou-se a marcar pelos valeguenses com uma impecável conversão a partir da marca dos onze metros, ao minuto 25.

Não só pelo golo, mas também pela capacidade de apoio aos seus colegas no ataque e abnegação no trabalho de pressão feito sobre os defensores do Mealhada, Tiago Fragoso provou que pode ser um reforço para o Válega na verdadeira ascensão da palavra. Mas não foi só o camisola 9 a destacar-se em campo.

Como já foi acrescentado anteriormente, o ataque móvel do Válega esteve em real evidência e os reforços ofensivos da equipa parecem já ter a lição bem estudada. Gonçalo Muge regressou a casa para trazer um cariz de qualidade e experiência ao vértice mais adiantado do miolo e coroou o seu jogo com uma assistência para o segundo golo do desafio. Já Filipe Lírio, autor desse mesmo segundo golo (aos 48 minutos), trabalhou muito nas alas e até foi o único dos reforços a manter-se em campo durante todo o encontro, ele que foi eleito MVP Rádio AVfm no final da partida.

Por tudo o que fez durante quase 70 minutos de jogo, o Válega não merecia ter sofrido um golo dos mealhadenses, tento esse que caiu do céu. Isto porque, apesar de já ter rematado à baliza de Cláudio Aguiar e do Válega, ainda nenhuma dessas tentativas dos mealhadenses tinha levado qualquer perigo iminente. No entanto, o golo dos visitantes surgiria mesmo na sequência de um livre lateral onde, na ânsia de cortar a bola da zona de perigo, o médio Paivinha cabeceou para a própria baliza e apontou um auto-golo.

A partida, que podia estar decidida para o Válega com um resultado mais avultado, levava agora o Mealhada a acreditar que era possível chegar aos pontos no Sargaçal. Os pupilos de Marco Breda carregaram nos últimos 15 minutos e o Válega ficou remetido à sua linha defensiva para guardar o resultado.

Com algum cansaço acumulado, os atletas do Sargaçal pagavam nesta fase pelo pulmão quase inesgotável que demonstraram ter na primeira parte e no começo da segunda, onde raramente deixaram o Mealhada construir jogo sem que, pelo menos, essa construção não fosse condicionada por uma pressão constante e por uma tentativa de provocar erros na saída de bola.

Apesar de ter terminado encostado às cordas, o Válega acabou por não sofrer o empate e viu o Mealhada apenas rondar a sua área, sem criar uma chance digna desse nome. A vitória de 2-1 até pode ser magra, mas é justíssima para um Válega que subiu esta época ao segundo escalão de Aveiro mas que prova, logo no primeiro ensaio, que tem equipa para competir com qualquer adversário.

À Rádio AVfm, Paulo Gomes mostrou-se satisfeito pelo resultado e deixou elogios à preparação da sua equipa durante a pré-temporada. Segundo o técnico valeguense, a formação do concelho de Ovar tem vários jogadores de qualidade e pode fazer uma época muito interessante.

Ouça ambos os treinadores, no rescaldo da partida:

Paulo Gomes | Treinador CCR Válega
Marco Breda | Treinador GD Mealhada

Com uma entrada muito positiva no campeonato, o Válega quererá agora repetir a dose na Taça de Aveiro. No próximo domingo, os atletas do Sargaçal viajam até Mansores, para defrontar a equipa da casa na II Eliminatória da Taça de Aveiro. Relembre-se que o Mansores é uma das formações da Zona Norte da 1ª Divisão da AF Aveiro e estreou-se, tal como o Válega, com uma vitória (1-0 sobre o Lusitânia Lourosa B).

O Mansores-Válega está marcado para o próximo domingo, a partir das 15h00, num encontro que se fará à porta fechada.



Fotos: Direitos Reservados
Texto: Pedro Silva
Áudio: Jaime Valente
Reportagem: Pedro Silva



Opinião dos leitores

Deixa um comentário

O teu e-mail não será divulgado. Obrigatório*


AVfm

Rádio global de âmbito local

A passar agora
TITLE
ARTIST