AD Ovarense conquista primeiro ponto da «Era Sérgio Barreto»

Por em 01/03/2019

O Estádio Marques da Silva, no passado sábado, esteve com uma moldura humana em bons números, pronta para receber o jogo entre a AD Ovarense e GD Estoril Praia, referente à décima sétima jornada da Liga BPI.  

Apesar do jogo da primeira volta entre ambas as formações ter revelado muitos golos e equilíbrio constante, a tarefa da equipa vareira não se revelava fácil frente ao 5ª classificado do campeonato. No entanto, a Ovarense foi organizada e, solidária entre linhas, conseguiu tornar o jogo competitivo e dificultou ao máximo a tarefas das estorilistas.

O nulo final no marcador foi o reflexo de um jogo disputado de forma agradável mas em que escassearam as oportunidades de golo.

A primeira parte foi agradável, com boas trocas de bola, mas com as equipas muito concentradas nos processos defensivos e a procurarem não conceder muitos espaços ao adversário.

Logo nos primeiros minutos, após um lançamento longo de Bea Rodrigues nas costas da defesa, Paulinha apareceu para uma finalização ao lado do poste direito da baliza de Tatiana Beleza. Era o primeiro aviso alvinegro.

Ainda assim, e depois de um longo tempo sem grandes jogadas dignas de registo, seria o Estoril, ao minuto 31, a ameaçar a baliza de Lara Sousa. Catarina Amado recebeu um cruzamento na direita e, já dentro da área, rematou com o peito de pé para ver a guarda-redes vareira negar-lhe o golo com a ponta dos dedos.

Ainda antes do intervalo, Catarina Carmo também tentou ultrapassar Lara Sousa, enchendo o pé de fora da área. A guardiã vareira, bem posicionada, defendeu o seu remate colocado ao poste direito, mas precisou de uma ajuda da trave para o conseguir.

No segundo tempo, as oportunidades continuaram a escassear e os adeptos na bancada tiveram de esperar quase meia hora para ver um lance de registo. Mariana Coelho, que entrara na segunda parte na equipa do Estoril, remate violento e levou a bola à trave. Ficou a dúvida se o esférico terá entrado na baliza de Lara, mas o trio de arbitragem (e sobretudo a arbitra principal, Andreia Sousa), mandaram seguir o lance.

Nos últimos 15 minutos, já com todas as alterações feitas, a Ovarense começou a explorar bem o desgaste das forasteiras e, com transições rápidas, criou várias aflições junto da baliza de Tatiana.

Numa dessas ocasiões, Rute Silva recebeu a bola no meio campo ofensivo e, com velocidade e dribles de qualidade, acabou por chegar ao remate à entrada da área e fez a bola passar ao lado do poste esquerdo da baliza estorilista.

Não haveria tempo para muito mais e, pouco depois, o jogo chegaria ao fim. Foi uma partida em que as duas equipas, a espaços, praticaram a bom futebol. No entanto, ambas tiveram grandes dificuldades no último terço do campo devido à excelente organização defensiva dos dois redutos mais recuados.

Helder Ferreira foi o repórter da Rádio AVfm no Estádio Marques da Silva. Ouça as declarações dos técnicos:

  • Declarações AD Ovarense | Sérgio Barreto:
  • Declarações GD Estoril Praia | Gonçalo Nunes:

Na próxima jornada, a AD Ovarense irá ter uma deslocação à Madeira. O Marítimo, velho conhecido do campeonato da época passada, é o sexto classificado da Liga BPI e promete trazer dificuldades à formação vareira.

FICHA DE JOGO | AD Ovarense x GD Estoril Praia | Liga BPI – 17ª Jornada

AD Ovarense: Lara Sousa, Patrícia Dias, Juliana Silva, Belinha, Bea Rodrigues, Mariana Almeida, Joana Gomes, Betinha (c), Rute Silva, Bruna Gomes, Paulinha
Jogaram ainda: Flávia Marinho, Patrícia Cavadas, Jojó
Suplentes não utilizadas: Miriam Ferreira, Joana Pinho, Cristina Rodrigues, Juliana Costa
Treinador: Sérgio Barreto

GD Estoril Praia: Tatiana Beleza, Tânia Rodrigues, Chloe Gorman, Sofia Silva, Maral, Catarina Carmo, Ana Viegas, Nicole Nunes, Catarina Amado, Bea Fonseca, Pipa
Jogaram ainda: Patrícia Pelado, Mariana Coelho, Jeka
Suplentes não utilizados: Vitória Antunes, Nádia Santos, Priscila Compota, Ariana Marta
Treinador: Gonçalo Nunes

Resultado final: 0-0
Resultado ao intervalo: 0-0

MVP Rádio AVfm: Belinha (AD Ovarense)
Muito se falou na consistência defensiva das equipas e o expoente máximo disso mesmo foi Belinha. A central vareira esteve em todo lado na defesa, ganhando praticamente todos os duelos e, em múltiplas ocasiões, a fazer as dobras às colegas. Um verdadeiro exemplo de como defender bem.


Fotos: Helder Ferreira
Texto: Helder Ferreira
Revisão: Pedro Silva
Áudio: Jaime Valente


Opinião dos leitores

Deixa um comentário

O teu e-mail não será divulgado. Obrigatório*


AVfm

Rádio global de âmbito local

A passar agora
TITLE
ARTIST