Faixa Atual

Título

Artista

Atual

Gira Discos

22:00 24:00

Atual

Gira Discos

22:00 24:00


Ovar em Jazz regressa em 2023 com uma programação eclética dentro do estilo musical

Escrito por em 10/04/2023

De 19 a 22 de Abril, o Jazz regressa aos palcos do Centro de Arte de Ovar e da Escola de Artes e Ofícios, no âmbito de mais uma edição do Ovar em Jazz.

O festival que traz música criativa envolta em improviso surge como um momento de aprendizagem, experimentação, celebração e escuta. Durante os 4 dias consecutivos e intensos, a cidade acolhe concertos, oficinas de improvisação e momentos de partilha com o público, em ambientes formais, intimistas ou mais descontraídos, que procuram ir ao encontro de todos.

Evento cultural com a assinatura da Câmara Municipal, o Ovar em Jazz traz, em 2023, uma programação eclética, com o intuito de não limitar o festival apenas a um público restrito, mas também não perdendo o foco no Jazz e na sua linguagem de improvisação.

O Ovar em Jazz 2023 abrange, assim, o mais consensual, o mais purista e o mais experimentalista; bandas de âmbito local, nacional e internacional – o Jazz para todos.
Nesta edição, a organização destaca as grandes vozes femininas do Jazz – Carmen Souza, Maria Mendes e Maria João, tanto em palco como na vertente de formação.

Conheça os concertos e masterclasses do Ovar em Jazz:

Nuno Trocado
Jorge Louraço Figueira

19 de abril | 21h30
Centro de Arte de Ovar

Se algum de nós pudesse abrir as asas e voar, de maneira semelhante às aves migratórias, e viesse chegando à mesma velocidade dos pássaros, que sons e sílabas iria reconhecendo, à medida que se aproximasse e ficasse cada vez mais perto das pessoas, dos bichos, das plantas e das coisas?
As palavras dos pássaros e o canto dos poetas de Trás-os-Montes inspiraram “Umbral“, espetáculo de música e teatro a partir da recolha de vestígios arqueológicos, e outros nem tanto, de Nuno Trocado e Jorge Louraço Figueira.

O espetáculo terá cerca de 50 minutos de duração e o ingresso tem o valor de 5€uros.

Carmen Souza

20 de abril | 21h30
Centro de Arte de Ovar

Interconnectedness” é o décimo e o novo álbum da luso-caboverdiana Carmen Souza. Depois de ter apresentado o trabalho discográfico na Alemanha e na França, a artista divulga-o agora em Portugal, o país que a viu nascer. A tour de apresentação pelo território nacional, com início em fevereiro, tem passagem pelo Centro de Arte de Ovar.

Trata-se de um disco que expõe as vulnerabilidades trazidas pela pandemia e explora a forma como estamos todos interconectados. “Esta música é o resultado de tudo o que aconteceu comigo nos últimos quatro anos e com o mundo nos últimos dois. A experiência da perda mudou a minha perspetiva da vida e, consequentemente, a minha música”, explica Carmen Souza.

A sua voz jazzística e singular surge imersa de melodias refinadas, cruzando as linhas do Jazz com as sonoridades tradicionais de Cabo Verde. São canções ao mesmo tempo familiares e com um rasgo criativo de vanguarda.

O concerto terá a duração de 75 minutos e o respetivo bilhete tem o valor de 10€uros.

Masterclass “A Nossa Voz Voadora”

(com Maria João e João Farinha)

21 de abril
Escola de Artes e Ofícios de Ovar

Em “A Nossa Voz Voadora“, a cantora Maria João e o pianista João Farinha transmitem conhecimentos e dicas sobre a improvisação em contexto de linguagens do Jazz.
A energia à nossa volta e em nós, como é urgente estarmos inteiros, sopro, intelecto, coração, entranhas, movimento e quietude nesta aventura que é o voo da música.

A masterclasse decorre entre as 10h00 e as 13h00 e entre as 14h30 e as 17h00 na Escola de Artes e Ofícios, sendo indicada para músicos e cantores interessados no exercício da improvisação. A atividade é gratuita e exige inscrição prévia através do email eao@cm-ovar.pt ou do contacto 256 509 180.

The Jazz Bins

21 de abril | 21h30
Centro de Arte de Ovar

Os quatro meses do guitarrista Marc Ribot com a lenda do órgão Jack McDuff foram os seus primeiros com um músico de renome mundial em digressões internacionais. Embora os dois nunca tenham gravado juntos, Ribot não perdeu a afeição pela música de McDuff e pela cena Soul Jazz, dominada pelo órgão Hammond.

O companheiro Jazz-Bin, Greg Lewis, não é apenas um dos mais virtuosos do órgão Hammond b3 vivo, mas, talvez, o único disposto e capaz de arrastar um Hammond b3 e um Leslie para espetáculos ao vivo em Nova York!

Composto ainda pelo baterista convidado Joe Dyson nesta digressão europeia de 2023, o “The Jazz-Bins” usa grooves profundos e improvisação para canalizar os espíritos do Key Club Sparky J’s Lounge de Newark e do CBGB de Nova York em busca pela salvação punk / soul.

O concerto tem duração prevista de 75 minutos, com o ingresso a custar 10€uros.

João Mortágua

21 de abril | 23h00
Bar do Centro de Arte de Ovar

João Mortágua Math Trio” é o mais recente projeto de música original do saxofonista João Mortágua. Neste trabalho, o músico explora os recantos do seu vasto imaginário musical, partindo de ideias e ostinatos que se desenrolam numa toada epopeica.

Música rítmica, lírica, dançante, expressiva e enérgica. Tudo isto num só trio, composto ainda por Diogo Dinis no contrabaixo e Pedro Vasconcelos na bateria.

O concerto terá a duração de 75 minutos e entrada gratuita.

Maria Mendes Quarteto

22 de abril | 21h30
Centro de Arte de Ovar

Maria Mendes Quarteto apresenta um concerto que se baseia no novo trabalho “Saudade, Colour of Love”, gravado ao vivo e onde surgiu acompanhado pela Metropole Orkest. Na tour portuguesa, esse papel será realizado pela Orquestra Filarmonia das Beiras, dirigida pelo maestro António Vassalo.

Um “casamento perfeito” entre o Fado e o Jazz sinfónico. Uma mistura inteligente e provocativa em introduções de orquestra ao estilo Sinatra, com interlúdios ricos em swing e devaneios pianísticos criativos. Tudo isto encimado pela voz fascinante e potente de Maria Mendes que, em incursões fervorosas no scat e swing, canta o Fado com singularidade e riqueza. Bebendo de duas tradições diferentes, este projeto, disjuntivo em géneros musicais, consegue criar um novo, revelando-se assim num projeto com sucesso e de importância cultural proeminente a nível nacional e internacional.

O concerto tem duração prevista de 75 minutos, com o ingresso a custar 10€uros.

Fuzzo

22 de abril | 23h00
Bar do Centro de Arte de Ovar

O projeto Fuzzo reúne três destacados músicos da cena jazzística galega: Virxilio da Silva na guitarra, Xan Campos nos teclados e Chus Pazos na bateria.

O conjunto define-se como uma banda experimental de improvisação livre acumulativa. De estilo particular, afirmam beber influências que vão desde o rock psicadélico, ao blues, ao krautrock, ao prog e ao free jazz; até ao noise, à música eletrónica ou ao afro beat. Em 2019, lançaram o seu primeiro trabalho discográfico, “The Ghalpón Sessions”, pela Xorelo Records.

O concerto terá a duração prevista de 75 minutos e é de entrada gratuita.

Os concertos a decorrer no Bar do CAO e a masterclasse são de acesso gratuito, com esta última a requerer inscrição prévia.
Os restantes concertos que terão lugar na sala maior de espetáculos do município têm já bilhetes disponíveis para aquisição no balcão do Centro de Arte de Ovar ou através da Bilheteira Online.
O Passe Geral, que dá acesso a todos os eventos, está disponível por apenas 30€uros.

Para obter mais informações pode contactar o CAO através do email caovar@cm-ovar.pt ou do telefone 256 509 180.

[give_form id=”81006″]


Fotos: Direitos Reservados
Texto: Irina Silva

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *