Senda vitoriosa da Ovarense Gavex só travada por candidato ao título

Por em 09/03/2020

O adversário, SL Benfica, era de peso. No entanto os vareiros aproveitaram a melhor fase da época e deram muito trabalho aos encarnados. Não fosse um período conturbado, com decisões polémicas que conduziram à expulsão de Nuno Manarte, e quem sabe se o resultado final não tivesse sido uma surpresa. Após a derrota por 81-90, termina a melhor fase de cinco vitórias, mas nem por isso a determinação em chegar aos playoffs

Primeira parte de luxo…

A Ovarense até começou com uma liderança madrugadora na partida. No entanto, com um José Silva inspirado no tiro exterior, os encarnados rapidamente passaram para a frente do marcador. O jogo variado dos lisboetas, sobretudo no primeiro período, criaram bastantes dificuldades nas marcações defensivas.

Valeu que os vareiros nunca deixaram de responder positivamente do outro lado do terreno, e mesmo quando o Benfica parecia que ia fugir no marcador, respondiam rapidamente com uma movimentação colectiva rápida, que explorou bem aquilo que lhe foi oferecido.

O segundo seria o melhor período dos vareiros. Já se tinha sentido mais uma vez o efeito Pedro Oliveira no final do primeiro, mas no segundo, quer a assumir o lançamento, quer a municiar os seus colegas, a Ovarense foi criando buracos na defesa encarnada.

A secundar muito bem essa exibição, esteve Chris Davenport com 10 pontos ao intervalo, mas também o capitão Cristóvão Cordeiro com 2 triplos consecutivos nesse período. Não fosse ter aparecido a inspiração de Betinho Gomes do lado do SLB e o triplo do “meio da rua” do base Pedro por pouco para lá do buzzer, e a Ovarense podia ter saído na liderança para o descanso.

Viria então uma segunda parte, envolta em alguma polémica…

O terceiro período até começou com uma Ovarense novamente agressiva e inclusivamente, num breve trecho, à frente do marcador. Mas seria quando faltava 4 minutos para o final do terceiro período que tudo ficaria definido.

Foi nessa fase que a terceira equipa da partida apareceu para estragar um pouco o espectáculo que ambas as formações estavam a oferecer aos adeptos na Arena de Ovar. Algumas decisões duvidosas para o lado dos encarnados, levaram Nuno Manarte a protestar efusivamente um erro clamoroso do trio, que conduziu à expulsão do banco do técnico vareiro.

A partir desse momento, toda a equipa da Ovarense se ressentiu e o Benfica conseguiu mesmo uma vantagem de 8 pontos que viria a ser decisiva para o desfecho da partida favorável aos visitantes.

O quarto e último período acabou por ser uma mera formalidade, com a eficácia ofensiva a decrescer nitidamente para ambas formações ( apenas 10-11 no parcial). A Ovarense até esteve bem defensivamente nesse período, mas pareceu perder a capacidade ofensiva que revelou sobretudo no primeiro tempo, e quem ganhou com isso foram os vice-campeões.

No final, Betinho Gomes mereceu a distinção de MVP da rádio AVFM (21 pontos, 9 ressaltos, 2 roubos de bola, 4 triplos), contudo, fica mais uma vez o destaque Pedro Oliveira com os seus 19 pontos, 10 assistências, 6 ressaltos, 2 roubos de bola e 1 desarme de lançamento, com 70% de eficácia no seu tiro. O base está cada vez melhor, e parece merecer já a titularidade nos alvi-negros.

Helder Ferreira esteve no local a acompanhar o confronto, e apesar de Nuno Manarte não poder prestar declarações, recolheu as seguintes palavras de André Pinto e de Carlos Lisboa:

Declarações Ovarense Gavex |André Pinto
Declarações SL Benfica | Carlos Lisboa

Depois de quebrar-se a senda vitoriosa, os Vareiros procuram agora rapidamente regressar aos lugares que lhe darão o acesso aos playoffs. O próximo adversário é mesmo o SC Lusitânia que está na nona posição (um lugar acima). O confronto no terreno da formação insular será complicado, mas se ultrapassar, os vareiros aguardarão o resultado do Esgueira e do Cab Madeira (que têm também dois jogos complicados), para saber se regressam à 7.ª posição na Liga Placard.

Reveja os melhores momentos da partida:

« 1 de 13 »

FICHA DE JOGO | LPB Placard – 22ª Jornada | Ovarense Gavex x SL Benfica

Ovarense Gavex: Robert Davis III, Jaques Conceição, Desmond Simmons, Immanuel King, Christopher Davenport
Suplentes utilizados: Pedro Oliveira, Cristóvão Cordeiro (c), Phill Henry, Pedro Bastos e Nuno Sá
Suplentes não utilizados: Pedro Pinto e Rodrigo Soeiro.
Treinador: Nuno Manarte

SL Benfica: Anthony Ireland, José Silva, Betinho Gomes, Arnette Hallman (c), Gary Ghee
Suplentes utilizados: Rafael Lisboa, Anthony Hilliard, Fábio Lima e Gonçalo Delgado
Suplentes não utilizados: Guilherme Saiote
Treinador: Carlos Lisboa

Resultado final: 81-90
Parciais: 21-26 | 53-53 | 71-79 | 81-90
MVP Rádio AVfm: Betinho Gomes (SL Benfica)


Fotos: Luís Filipe Silva
Texto: Helder Ferreira
Áudio: Jaime Valente


Opinião dos leitores

Deixa um comentário

O teu e-mail não será divulgado. Obrigatório*


AVfm

Rádio global de âmbito local

A passar agora
TITLE
ARTIST