Um Arada até ao fim: a vitória que chegou nos últimos 7 segundos

Por em 09/03/2020

Há dias onde o desporto sai a ganhar. No Sábado, em Santa Maria de Lamas, viveu-se um desses dias.

Num frenético jogo de futsal a contar para a 20ª jornada da II Divisão Distrital, Lamas Futsal e Arada AC trouxeram à baila um épico cheio de golos, reviravoltas e emoções fortes. No final, o resultado de 4-5 foi favorável aos aradenses, mas nenhum adepto presente no Pavilhão Comendador Henrique Amorim saiu desiludido com o que viu ao longo dos 40 minutos.

Mais felizes, no entanto – e absolutamente extasiados, já agora! -, ficaram os apoiantes do Arada e a sua equipa técnica e atletas, principalmente com os últimos 90 segundos do encontro. A turma orientada por Ricardo Rodrigues perdia por 4-3 quando uma das mais impressionantes cambalhotas do campeonato se verificou na quadra.

Leandro Bernardes marcou dois golos para fechar um hat-trick e uma exibição impressionante (onde ainda fez duas assistências) e selou 3 pontos importantíssimos para este “Clube de Alma Grande”.

O golo da vitória surgiu a escassos 7 segundos do apito final do encontro, quando ambas as equipas se recusavam a dividir os pontos em disputa e atacavam com organização de 5 para 4. Prova que, de facto, esta foi uma partida onde ficou demonstrada a qualidade dos dois conjuntos e onde a estrelinha da sorte sorriu a um Arada audaz, organizado e sem medo de se bater de igual para igual no reduto de um adversário de respeito. Mesmo que, neste jogo, as contrariedades tenham sido muitas.

UMA NOITE IMPRÓPRIA PARA CARDÍACOS

O Arada começou por sofrer o primeiro golo, apontando por China, o maior artilheiro dos locais no campeonato, através de uma grande penalidade convertida aos 4 minutos. Na origem do castigo máximo esteve uma mão na bola e ainda a primeira de duas expulsões que condicionaram por completo o jogo dos aradenses.

No entanto, a resposta foi cabal e de grande qualidade. O Arada reagiu à desvantagem com um sufoco permanente sobre a baliza do Lamas Futsal. Em menos de 10 minutos, virou o texto do jogo a seu favor e, com golos de Bernardes (10′) e Fábio Andrade (13′), ficou a vencer por 2-1. Pelo meio, o camisola 3 dos da casa, Vendeira, também recebeu ordem de expulsão por parte do árbitro do desafio, Óscar Silva.

Contra a corrente da partida, o empate surgiu novamente com um bom golo de Couto, aos 17 minutos. Mas o Arada estava mesmo melhor no encontro e rapidamente repôs a sua liderança, com o recém entrado Pedro Barbosa (19′) a fazer o gosto ao pé.

O mesmo Pedro Barbosa que passou de herói a vilão em poucos segundos. No lance seguinte, o atleta do Arada foi admoestado com a cartolina vermelha e na sequência da falta, num livre de 7 metros, o capitão lamacense, Fábio Gaio, atirou a contar para o 3-3 com que se chegou ao intervalo.

O segundo tempo começou por ser mais morno e os primeiros 10 minutos revelaram duas equipas a atacar com demasiada consciência. Algumas boas defesas dos guardiões, Samuel e Ricardo Oliveira, também ajudaram a que a chuva de golos cessasse temporariamente.

Foi preciso um abanão do sempre atrevido China para que o placard electrónico voltasse ao ativo. Numa jogada de belo efeito, o universal fez o décimo oitavo golo no campeonato e deixou o Lamas em posição muito favorável para garantir o triunfo. O recém chegado treinador, Miguel Oliveira, tinha motivos para sorrir, mas sabia que ainda tudo estava por decididir.

O mesmo deverá ter sentido Ricardo Rodrigues que, a 5 minutos do fecho do encontro e, com tudo a ganhar e nada a perder, avançou para o 5 para 4 e colocou o Arada a jogar em risco máximo. Ainda que a organização do guarda-redes avançado não tenha sido perfeita, os visitantes tiveram arte e engenho para voltar a encostar a defensiva do Lamas Futsal às cordas. Finalmente, Bernardes também chegou ao bis (39′) num remate de ressaca após uma dividida ganha por Fábio Andrade.

Com um minuto para o fecho do encontro e com 4-4 no marcador, ambas as equipas assumiram o risco. O Lamas também lançou o seu guarda-redes avançado e procurou ser feliz, mas a noite acabou mesmo por pintar-se de azul e branco.

A 7 segundos do fim, após uma excelente recuperação de bola, Leandro Bernardes ficou com a baliza deserta à sua mercê e não vacilou a meio campo de distância. A vitória foi carimbada com uma enorme explosão de alegria e emoções que provam o grande feito que o Arada protagonizou em Santa Maria de Lamas.

A 3 PONTOS DOS LUGARES DE SUBIDA

A vitória do Arada no reduto do Lamas Futsal permitiu uma ascensão ao sexto lugar da tabela classificativa. Neste momento, fruto dos seus 33 pontos, os aradenses estão apenas a 3 pontos dos lugares de subida de divisão e beneficiaram ainda da derrota do Lusitânia de Lourosa (o 3º classificado) no reduto da AD Casal.

Ao contrário do que é afirmado pelos intervenientes do Lamas Futsal – que agora até é 7º no campeonato -, a subida continua a não ser um objetivo vincado pelo técnico do Arada, Ricardo Rodrigues. No entanto, a equipa do concelho de Ovar é uma das grandes sensações da competição e já não se livra da atenção das formações mais sustentadas, que respeitam cada vez mais o projeto do Arada. Pedro Silva foi o repórter de serviço neste impróprio para cardíacos. Ouça as palavras de quem o viveu por dentro, no rescaldo:

Declarações Arada AC | Ricardo Rodrigues
Declarações Lamas Futsal | Fábio Gaio

Com 9 pontos conquistados e 3 vitórias nos últimos 4 jogos, o Arada está de olhos postos no seu melhor registo da época e que se cifra em 3 vitórias consecutivas conseguidas no mês de Outubro.

Para isso, a equipa terá de vencer no sempre difícil terreno do Arsenal de Canelas, na próxima sexta-feira, em jogo dos oitavos-de-final da Taça de Aveiro. O Arsenal de Canelas que, de resto, será também o próximo adversário do Arada no campeonato, numa jornada 21 que está agendada para o próxima dia 28 de Março.


Fotos: Pedro Silva
Texto:  Pedro Silva
Áudio: Jaime Valente


Opinião dos leitores

Deixa um comentário

O teu e-mail não será divulgado. Obrigatório*


AVfm

Rádio global de âmbito local

A passar agora
TITLE
ARTIST