Autarquia suspendeu o pagamento das rendas sociais

Por em 26/03/2020

Com a pandemia a entrar na fase de mitigação no nosso país, em Ovar a cerca sanitária segue já para o nono dia. Enquanto a população mais desprotegida teme pela chegada do final do mês o executivo municipal vai dizendo que está a preparar um pacote com medidas de apoio social.

A primeira dessas medidas foi ontem anunciada por Salvador Malheiro, Presidente da Câmara Municipal de Ovar. Todos os inquilinos da Câmara Municipal que estejam a beneficiar de arrendamento social têm, desde já, o pagamento da renda suspenso.

Impedir situações de fragilidade extrema e garantir que a pandemia não provoca em Ovar nenhuma situação que leve famílias a passar fome têm sido garantias dadas não poucas vezes. O anúncio de um pacote de apoio às famílias mais desprotegidas tem-se mantido envolto na dúvida do que será concretizado.

A criação de uma linha de apoio social foi a primeira ação que, não sendo uma medida de fato, possibilitou a criação de um canal direto ao Gabinete de Crise que está a funcionar 24 sobre 24 horas no salão nobre da Câmara Municipal de Ovar. Situações de emergência social podem, assim, ser reportadas, conduzidas e minimizadas.

Várias vezes foi também repetido que o edil iria aguardar, antes de anunciar o que estará ao seu alcance, por saber o que o Governo central vai fazer neste âmbito, a par de algumas reflexões que terão vindo a decorrer a nível dos município da Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro.

Esta será, portanto, a primeira medida a vir a público; tendo sido mesmo comunicada por video-conferência a Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República, durante a conversa mantida ontem à tarde; na presença dos voluntários que se encontravam reunidos no Centro de Arte de Ovar para conhecer o plano de ação no qual irão ter um papel fundamental no apoio de serviços de saúde à população do Concelho.

Salvador Malheiro continua a insistir num discurso que pretende levar o Governo central a uma discriminação positiva nas medidas de apoio, que possam trazer para Ovar o suporte necessário às famílias e às empresas que estão a viver uma situação única e mais restritiva a nível nacional.

Aproveite para participar na nossa sondagem:

As medidas anti-pandemia Covid-19 em Ovar são:
  • Adequadas 77%, 340 votos
    340 votos 77%
    340 votos - 77% de todos os votos
  • Insuficientes 13%, 58 votos
    58 votos 13%
    58 votos - 13% de todos os votos
  • Exageradas 8%, 35 votos
    35 votos 8%
    35 votos - 8% de todos os votos
  • Desconheço-as 2%, 8 votos
    8 votos 2%
    8 votos - 2% de todos os votos
Total de Votos: 441
24/03/2020 - 31/03/2020
Votação fechada
Arquivo de sondagens


Fotos: Direitos Reservados
Texto: Jaime Valente


Opinião dos leitores

Deixa um comentário

O teu e-mail não será divulgado. Obrigatório*


AVfm

Rádio global de âmbito local

A passar agora
TITLE
ARTIST