Faixa Atual

Título

Artista

Atual

LiveSet Radioshow

00:00 02:00

Atual

LiveSet Radioshow

00:00 02:00


Cruz Vermelha e ANSR sensibilizam foliões de Torres Vedras e Ovar para os efeitos do consumo do álcool

Escrito por em 08/02/2024

A Cruz Vermelha Portuguesa e a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária realizam ações de sensibilização nos carnavais de Torres Vedras e de Ovar. O objetivo desta parceria é alertar os milhares de foliões presentes, sobretudo os mais jovens, para os efeitos nocivos do consumo de álcool.

Ao longo da campanha serão distribuídos folhetos informativos sobre os riscos da condução sob o efeito de álcool, entre os quais:

  • Com uma taxa de álcool no sangue de 0,5 g/l o risco de sofrer um acidente grave ou mortal duplica;
  • Os acidentes que decorrem da condução sob a influência do álcool são particularmente graves;
  • O álcool diminui o campo visual, provocando a chamada visão em túnel. Esta perda de capacidades, bem como as alterações de comportamento que podem levar a estados de euforia e de desinibição, aumentam de forma muito significativa o risco de envolvimento em acidentes rodoviários.
  • A relação entre o que se bebe e a taxa de álcool no sangue depende de vários fatores: idade, género, peso, altura, metabolismo, os alimentos ingeridos e há quanto tempo se ingeriram.

Este projeto conjunto vai decorrer durante todo o ano de 2024 noutros eventos públicos onde estarão dispositivos da Emergência Nacional da Cruz Vermelha. No caso destes carnavais, a Cruz Vermelha disponibiliza 303 operacionais, entre equipas de coordenação, socorro de proximidade, posto de socorros e posto médico avançado.

Em Ovar, cujas festas já começaram a 20 de janeiro e se prolongam até 13 de fevereiro, estão destacados 135 operacionais. Em Torres Vedras, onde os festejos de Carnaval decorrem entre 9 e 14 de fevereiro, a Cruz Vermelha estará presente com 168 elementos.

As intoxicações, nomeadamente por consumo de bebidas alcoólicas, representaram perto de 70% das ocorrências atendidas pelas equipas de emergência da Cruz Vermelha em Ovar e Torres Vedras em 2023.

De acordo com dados da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária, em 2022, dois em cada cinco condutores mortos em acidentes de viação apresentavam uma taxa de álcool no sangue igual ou superior a 0,5 g/l e três em cada quatro destes condutores tinham uma taxa igual ou superior a 1,2 g/l.

[give_form id=”81006″]


Fotos: Direitos Reservados
Texto: Irina Silva

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *