Dois pesos e duas medidas na derrota do S. Vicente Pereira em terras do candidato S. João de Ver

Por em 08/10/2019

Motivados pela vitória frente a um dos candidatos, o União de Lamas, os vicentinos procuravam ir a casa do S. João de Ver criar mais uma boa surpresa; tombando mais um “gigante”. Todavia, cedo descobriram que o “peso” dos sanjoanenses era demasiado para conter nesta fase da época. Enquanto as “medidas” do campo pareciam cada vez maiores para os da casa, para o S. Vicente o espaço parecia cada vez mais reduzido. No final de contas, o resultado de 4 x 2, acabou mesmo por ser lisonjeiro, face à diferente produção das formações nesta fase da época.

O primeiro minuto viu a ARC S. Vicente de Pereira a entrar destemida no terreno sanjoanino, com a primeira oportunidade a caber-lhes logo no início do encontro. Sol de pouca duração, pois se a estratégia estava montada e pensada bem antes do apito inicial, a verdade é que o golo do S. João de Ver logo ao minuto 4′ deitou tudo por terra.

Com o golo de Edu ainda numa fase bem inicial, o S. João de Ver entrou no seu terreno confortável. Pressão alta na saída do adversário, controlo da posse de bola com grande presença no meio campo ofensivo e as movimentações na frente a criar várias oportunidades de golo; era tudo aquilo que Ricardo Maia idealizara para a sua equipa. Só faltava maior eficácia.

Mas como se diz na gíria popular “tantas vezes vai o cântaro à fonte, que um dia deixa lá a asa“…

Com o avolumar das dificuldades defensivas, e por consequência, das oportunidades do opositor, a turma de Adriano Machado acabou mesmo por sofrer o segundo golo ainda antes do descanso, quando Alex Brandão apareceu a finalizar ao segundo poste um cruzamento que partiu da direita.

O professor Adriano Machado realizou duas alterações à saída dos balneários, renovando a ala esquerda com a entrada de Mendes e Gabriel, querendo, com este sinal; uma maior capacidade de progressão pela lateral.

No entanto, continuava a ser o S. João de Ver a fazer estragos na linha defensiva dos vicentinos. Eram perdidas na cara de Paulinho, eram bolas ao poste e eram as intervenções do guardião que impediam um maior conforto dos da casa no rumo do marcador.

Por vezes há substituições abençoadas; e a entrada de Óscar, conjugada com o erro entre Nuno Martins e, sobretudo, o guardião Fernando que perdeu o esférico para o avançado; deu o primeiro golo ao S. Vicente de Pereira.

O golo deu alento e não tardou a aparecer nova grande oportunidade num S. Vicente que acreditou por breves instantes, aproveitando alguns erros na defesa do S. João de Ver.

Charneca ficou isolado ao segundo poste e, na cara do guardião, acabou por rematar ao lado; perdendo uma excelente oportunidade para igualar o encontro.

Lá diz outro velho que “quem não marca arrisca-se a sofrer”…

Assim, logo após a perdida de Charneca, acabou por ser a formação da casa a sentenciar o encontro, com dois golos quase consecutivos da autoria de Zé António e Alex.

O S. Vicente Pereira ainda voltou a reduzir a diferença antes do apito final, por intermédio de Dayo Femi, após a conclusão de cabeça de uma bola resvalada da trave da baliza de Fernando; mas era tarde demais e o adversário demasiado forte.

No final do encontro, percebia-se que os pesos das camisolas ainda fazem a diferença neste campeonato SABSEG, pelo que as medidas com que se medem as duas equipas, neste momento; ainda são bem distintas. Só o resultado não traduziu, na plenitude, essa diferença…

Com dois semblantes distintos, foram recolhidas as declarações dos técnicos junto ao relvado pelo repórter Helder Ferreira. Ouça as declarações recolhidas no final do jogo:

Declarações ARC S. Vicente Pereira | Adriano Machado
Declarações SC S. João de Ver | Ricardo Maia

Após o segundo desaire no SABSEG, a ARC S. Vicente Pereira tem agora um encontro mais acessível na recepção ao CD Estarreja, atual 14.º classificado. Poderá ser este o jogo ideal para amealhar mais alguns pontos no caminho para o grande objetivo que é a manutenção.

Ficha de Jogo – 5ª Jornada Campeonato Sabseg – SC S. João de Ver vs ARC São Vicente Pereira

SC S. João de Ver: Fernando, Carela, João António, Nuno Martins, Roger, Joazinho, Óscar, Edu, Alex Brandão, Alex e Zé António.
Suplentes utilizados: Aranha, Martins e Clemen.
Suplentes não utilizados: Nuno Dias, Rui Silva, Caio e Macaé.
Treinador: Ricardo Maia

ARC S. Vicente Pereira: Paulinho, Ruben Gomes, Pikas, Magolo, Vitor Hugo, Dayo Femi, Luís Vaz, Fred (c), Diogo Sousa, Charneca e Zé Bastos
Suplentes utilizadas: Gabriel, Miguel Mendes e Óscar.
Suplentes não utilizadas: Jose Marrero, Pacheco e Manu.
Treinador: Adriano Machado

Resultado ao intervalo: 2-0
Resultado final: 4-2

Marcadores: Edu (5′), Alex Brandão (42′), Óscar (72′), Zé António (78′), Alex (80′), Dayo Femi (89′)
MVP Rádio AVFM: Alex Brandão (S. João de Ver)


Fotos: Helder Ferreira
Texto: Helder Ferreira
Áudio: Jaime Valente


Opinião dos leitores

Deixa um comentário

O teu e-mail não será divulgado. Obrigatório*


AVfm

Rádio global de âmbito local

A passar agora
TITLE
ARTIST