Nuno Manarte: «Vamos dar a resposta contra o FC Porto»

Por em 08/10/2019

O domingo era de festa, o basquetebol era de primeiríssima categoria, a Arena encheu-se de público e esperança… mas o resultado e a exibição da Ovarense não corresponderam às expetativas.
Naquela que foi a primeira ronda da Liga Placard, os alvinegros saíram vergados por uma poderosa Oliveirense. No entanto, Nuno Manarte, por entre o evidente descontentamento que demonstrou aos microfones da AVfm, apontou ao crescimento da equipa e virou baterias para o futuro.

RESULTADO SEM MARGEM PARA DÚVIDAS

Na primeira imagem oficial da Ovarense Basquetebol na época 2019/20, a renovada equipa de Nuno Manarte não conseguiu ombrear com a poderosa Oliveirense. Perante uma Arena de Ovar cheia de vareiros, os homens da casa deixaram o adversário fugir cedo no primeiro quarto e, a partir daí, só correram atrás de um placard que se avolumou a bom ritmo até ao buzzer final da partida.

Assim, os bicampeões da Oliveirense iniciaram a defesa do título da Liga Placard com uma vitória de 91-49 e mostraram já autoridade para discutir o título com Benfica, Porto e Sporting. Já a Ovarense, mesmo após ter feito uma pré-temporada competitiva, revelou debilidades no seu jogo e falta de entrosamento entre as peças do seu plantel.

E se é certo que esses são dados naturais para uma formação que perdeu jogadores fundamentais (todo o 5 base da época passada, por exemplo!), tal situação não justifica a diferença de 42 pontos com que a contenda fechou.

Na verdade, se a primeira parte da Ovarense tornou a hipótese do triunfo quase nula, a etapa complementar viria a agudizar ainda mais a questão. A equipa alvinegra só conseguiu somar 19 pontos nos 20 minutos do terceiro e quarto período e, em termos defensivos, foi ineficaz a travar uma armada liderada por exibições inspiradas como as de Shoon Miller ou Marc Norella.

ALGUNS RASGOS ALVINEGROS

Não é que não tenham existido bons momentos, mas a verdade é que os rasgos de basquetebol de qualidade por parte da Ovarense foram escassos para os 40 minutos de exigência máxima a que a equipa foi sujeita.

Por entre as coisas más, ficaram boas indicações dadas pelos reforços Nick Banyard e Shaun Stewart; deu para ver que Jacques Conceição poderá fazer em Ovar o que já fez noutras paragens do nosso campeonato; e ainda para assistir a alguns momentos de brilhantismo de um dos filhos da casa, Rodrigo Soeiro.

Tudo somado, este não foi o jogo ideal para testar uma nova equipa, mas pelo menos serviu para perceber que há margem para crescer na Ovarense Basquetebol. Muito trabalho, pouco tempo entre os compromissos, mas nada a que a estrutura alvinegra não esteja habituada.

A RESPOSTA APARECERÁ JÁ NO PRÓXIMO SÁBADO

Mesmo que desapontado pelo arranque cinzento da sua equipa, Nuno Manarte aponta já ao próximo jogo prometendo serviço.

O técnico da Ovarense falou à Rádio AVfm após a derrota contra a Oliveirense e deixou algumas frases fortes que podem ser lema na semana de preparação para a deslocação ao reduto do FC Porto.

«Não éramos os melhores se tivéssemos ganho este jogo, mas também não somos os piores por termos perdido desta forma. […] Temos muito que crescer e temos a ambição de competir já no próximo sábado, contra o Porto. Posso garantir uma resposta diferente da equipa já no próximo jogo».

Ouça, na íntegra, as palavras dos treinadores da Ovarense e da Oliveirense, em entrevista ao repórter da AVfm, Pedro Silva:

Declarações AD Ovarense Gavex | Nuno Manarte
Declarações UD Oliveirense | Norberto Alves

DOIS TUBARÕES NO CAMINHO PRÓXIMO

A Ovarense não terá vida facilitada no começo da Liga Placard. Depois de receber a Oliveirense, seguem-se mais dois jogos contra “tubarões” do nosso basquetebol. Primeiro, na deslocação do próximo sábado ao Dragão Arena, casa do FC Porto. Depois, numa também importante receção ao Sporting, no dia 19 de Outubro. De resto, este será um mês onde nem a ida a Aveiro para defrontar o Illiabum (26 de Outubro) se avizinha simples.

Para uma equipa em construção, trabalhar sob competição tão acérrima pode não ser benéfico caso os resultados positivos não acompanhem o andamento da equipa. Porém, para já, a Ovarense está focada em crescer e disputar os desafios da melhor maneira possível.

Quem não deverá arredar pé são os adeptos, que marcaram presença na estreia e parecem querer acompanhar a nova Ovarense ao estilo de anos de glória já passados. A força da equipa é maior com a sua massa adepta a correr consigo e, por isso, espera-se uma boa dose de preto e branco nas bancadas do FC Porto.

Quem sabe se, depois da tempestade, não vem mesmo a bonança; e se não serão mesmo os Dragões a pagar a fatura desta entrada de pé esquerdo da Ovarense na Liga Placard…

Mais fotos do encontro:

« 1 de 7 »


Fotos: Luis Silva
Texto: Pedro Silva
Áudio: Jaime Valente


Opinião dos leitores

Deixa um comentário

O teu e-mail não será divulgado. Obrigatório*


AVfm

Rádio global de âmbito local

A passar agora
TITLE
ARTIST