O “Black Saturday” na Barrinha, trouxe mais uma vitória para o Esmoriz GC

Por em 21/11/2019

Tarde de Sábado no pavilhão da Barrinha, com casa bem composta e expectativas elevadas para o duelo entre dois candidatos ao sonho do top 4 da liga. A 7.ª jornada do Campeonato Honda que trazia o confronto entre o Esmoriz GC, sétimo classificado, e a AA S. Mamede, quinto classificada, dificilmente poderia ter sido mais interessante. Depois de 2 sets mornos em que o Esmoriz claramente levou a melhor sobre o S. Mamede, os 3 últimos sets foram de um estado de electricidade pura. Todos estes apenas pela diferença de 2 pontos, acabou mesmo por decidir-se o jogo na “negra”, com o “módico” custo de 1 ponto a menos para os Esmorizenses. Neste caso, o preço foi elevado…

Quem esperava um jogo batalhado deste o primeiro ponto, enganou-se. O Esmoriz desde cedo quis assumir a dianteira do encontro e, apesar da margem não ser a mais confortável, os primeiros pontos já davam a liderança à formação da Barrinha.

Liderança essa que claramente se alargou a seguir à primeira metade do 1.º set, com os erros na recepção dos visitantes a acumularem-se e o Esmoriz a devolver muitas bolas, ora do bloco, ora a partir da defesa para o ataque.

Com naturalidade, o EGC fechou o primeiro set com um parcial desequilibrado de 25-16, com os pontas a aparecerem em destaque.

E pouca foi a diferença do segundo para o primeiro set. A única pequena alteração é que demorou mais tempo a acontecer a quebra do S. Mamede em termos de qualidade de jogo, que sempre muitas dificuldades teve na recepção, às vezes de forma injustificada, e pelo meio falhava demasiados serviços.

Até à casa dos 20 pontos, tudo estava relativamente equilibrado, mas nos momentos decisivos, os caseiros fizeram 4 pontos consecutivos, com um ás no serviço pelo meio, que conduziram a uma vitória clara por 25-21 no 2.º set.

Tudo parecia encaminhado para uma vitória tranquila, contudo a conclusão estaria longe do terceiro set.

No terceiro set houve o adormecimento natural de uma formação que não precisou de sets muito longos para resolver a questão. E foi nesse momento que os visitantes iniciaram a reviravolta que quase lhes ia garantindo o sucesso.

Com a saída de Marcus Borlini e a entrada de Luís Reis, os forasteiros ganharam uma energia renovada. O Serviço começou a entrar e a causar várias dificuldades na recepção do Esmoriz, e a capacidade de finalização do ataque ressentiu isso.

Em dois sets muito discutidos até aos últimos pontos, o Esmoriz teve a possibilidade de fechar pelo menos os sets a seu favor, mas acabou o S. Mamede por ser mais forte nos momentos decisivos. 23-25 e 25-27 foram os parciais que caiaram para os forasteiros.

Tudo ficou adiado para a famosa “negra” e o EGC até entrou forte a comandar os primeiros pontos do derradeiro set, com um Roberto Reis sempre muito afinado na tomada de decisões e os centrais a marcarem bem no bloco.

Só que, em dois momentos de alguma polémica no encontro, o árbitro exibiu duas cartolinas vermelhas aos jogadores esmorizenses, o que se traduziu em 2 pontos extra para os visitantes e o correspondente serviço para o seu lado.

Apesar desse período controverso, os atletas de Bruno Lima reagiram bem à adversidade e, apesar de nem sempre com boa qualidade, impediram algumas bolas de encontro para finalizarem o set pelo parcial de 21-19.

Era um ponto perdido, mas pelo menos salva-se a conquista da vitória com mais um outro ponto. No final ambos os lados reconheceram que houve fases em que as equipas não corresponderam às suas normais expectativas, e que um jogo que até parecia tranquilo, no final podia cair para qualquer lado.

Helder Ferreira foi o repórter da Rádio AVfm no local. Ouça as declarações dos técnicos:

Declarações Esmoriz GC | Bruno Lima

Declarações AA S. Mamede | Nuno Coelho

Após um jogo de “loucos” no Pavilhão da Barrinha, prepara-se uma semana de “loucos” para os atletas de Bruno Lima. o Esmoriz GC desloca-se esta quarta-feira ao terreno do Câstelo da Maia, e depois recebe, em dupla jornada de fim-de-semana, o Fonte do Bastardo e Clube Voleibol de Viana. Promete ser uma semana de desgaste de baterias.

Ficha de jogo – Campeonato Honda – 7.ª Jornada

Esmoriz GC
Titulares: Frederico Santos, Roberto Reis, Rafa, André Rosa, Humberto Silva, José Pedro Andrade e a líbero, Hugo Ribeiro.
suplentes utilizados: Zé Pedro e Bruno Santiago.
Banco: Diogo Oliveira, José Neves, João Francisco, Gonçalo Sousa e Frederico Baptista.
treinador: Bruno Lima

AA S. Mamede
titulares: Afonso Reis, Sebastião Leão, Marcus Borlini, Dinis Leão, Francisco Santos, Ivo Aniceto e a líbero, João Rodrigues.
suplentes utilizados: Luís Reis, Eduardo Barbosa (L), Afonso Leão, Tomás Correia.
Banco: Luís Pereira, João Soares, João Guerra e José Pereira.

Resultado em sets: 3-2
Resultado dos parciais: 25-16; 25-21; 23-25; 25-27; 21-19

MVP Rádio AVFM: Roberto Reis (Esmoriz GC)


 
Fotos: Helder Ferreira 
Texto: Helder Ferreira
Áudio: Jaime Valente


Opinião dos leitores

Deixa um comentário

O teu e-mail não será divulgado. Obrigatório*


AVfm

Rádio global de âmbito local

A passar agora
TITLE
ARTIST