Ovarense: «O Primeiro Amor» do Campeonato SABSEG

Por em 13/10/2019

Quem vê pela primeira vez, fica maravilhado. Quem já conhece, aumenta a sua crença.

A Ovarense continua a dar cartas na época 2019/20. A equipa de Tiago Leite somou a sexta vitória consecutiva e continua absolutamente invicta desde o arranque oficial da época. Ao compasso de um futebol positivo, os alvinegros galvanizam-se com a bancada do Marques da Silva e – aproveitando a música que tem sido mote para a presente temporada – afirmam-se cada vez mais como «o primeiro grande amor» desta edição do Campeonato SABSEG.

Olhando para as contas da tabela classificativa, a Ovarense é a única equipa que pode gabar-se de ter ultrapassado com vitória todos os adversários que encontrou e isso vale-lhe um primeiro lugar surpreendente. Com 18 pontos somados, a equipa parte assim em posição favorável para o apertado calendário que lhe aparece nas próximas semanas: onde vai defrontar os candidatos à subida, Pampilhosa, União de Lamas e S. João de Ver.

É certo que a 6º jornada nem terá proporcionado a melhor das exibições vareiras, mas o mais importante foi alcançado – uma vitória sem discussão.

O SC Paivense até veio a Ovar com a lição bem estudado e não deixou os atacantes da casa criarem muitas ocasiões. No entanto, o domínio territorial constante e a posse de bola avassaladora da Ovarense chegaram para garantir dois golos no segundo tempo, primeiro por Fábio Novo (56′) e depois por Dani Silva (85′). Uma exibição digna de um provérbio tantas vezes usado na linguagem do futebolês: «tanta vezes o cântaro vai à fonte que acaba mesmo por lá ficar.»

Porém, se não houve tanto brilho quanto o desejado no processo ofensivo alvinegro (frise-se, por mérito do Paivense e não demérito da ADO), a manobra defensiva parece cada vez mais oleada. Na verdade, o Paivense dispôs apenas de uma oportunidade flagrante para chegar ao golo, no seguimento de um contra-ataque rápido ao qual Samuel Biscaia respondeu com uma enorme mancha.

O camisola 76 da Ovarense foi a grande novidade no onze escalado por Tiago Leite e mostrou estar à altura dos acontecimentos. Segundo o técnico, um prémio pelo enorme trabalho que Biscaia tem revelado ao longo das semanas e que, a julgar pela segurança no decorrer dos 90 minutos, é prova de que Renato Lopes tem um rival à altura na baliza.

No restante do processo defensivo, este foi mais um jogo de nota mais. Tirando algumas saídas de bola (principalmente por Fábio Pereira) onde os passes e as decisões não foram os melhores e daí advieram alguns calafrios, o trabalho dos defesas e o apoio dos médios voltou a estar oleado. Em especial, a reação à perda de bola foi digna de uma equipa grande, com João Paulo e Tiago Barroqueiro a serem o expoente máximo da abnegação vareira.

O coletivo da Ovarense deu sinais de que respira uma confiança que lhe permite estar a jogar perante um adversário de linhas juntas e encostado ao seu último reduto sem que, com isso, perca o foco na missão estratégica estipulada. Longe vão os dias em que a Ovarense usava e abusava do pontapé longo e confiava até à (quase) exaustão nos momentos de inspiração dos seus craques.

E, por falar neles, uma palavra de destaque para Dani Silva. Num dia em que Tigas não esteve ao nível das últimas semanas, o miúdo vindo do Estarreja rendeu o camisola 10 e mexeu novamente no jogo: não só com um grande golo, mas com a capacidade para imprimir velocidade a uma Ovarense algo intranquila com a vantagem magra de 1-0 de que dispunha.

No final do encontro, os técnicos de ambos os lados trocaram elogios e aceitaram o resultado do placard. Ouça as palavras tecidas pelos intervenientes do desafio a Pedro Silva, repórter da AVfm.

Declarações AD Ovarense | Tiago Leite
Declarações AD Ovarense | Dani Silva
Declarações SC Paivense | António Correia
Declarações SC Paivense | Pechelim

Terá a Ovarense estofo para aguentar esta forma memorável? A resposta a essa pergunta pode ser desvendada no próximo domingo, quando o líder do SABSEG se deslocar ao Municipal Carlos Duarte, reduto do Pampilhosa.

Um confronto de dificuldade máxima e que promete ser acompanhado por mais uma enorme falange de vareiros.

FICHA DE JOGO | AD Ovarense x SC Paivense – Campeonato SABSEG – 6ª Jornada

AD Ovarense: Samuel Biscaia, Vareiro, Fábio Pereira, Gustavo, Bruninho, Tiago Barroqueiro (c), João Paulo, Marmelo (⇅ 81′), Tigas (⇅ 76′), Fábio Novo (⇅ 64′), Luccas Marques
Suplentes: Renato Lopes, Cocas, Bruno Costa, Diogo Estevão (⇅ 81′), Rolas (⇅ 64′), Dani Silva (⇅ 76′), Manaca
Treinador: Tiago Leite

SC Paivense: Nélson, Sandro Gonçalves, Tiago Luís, Pedro Vieira, Jorginho, Pedro Rodrigues, Machadinho, Hugo Soares, Dani, Sodiq, Manuel Pinto
Suplentes: Rui Rodrigues, Leandro Ferreira, Cândido, Carlitos, Pechelim, Mauro, Alex
Treinador: António Correia

Resultado final: 2-0
Resultado ao intervalo: 0-0
Marcadores: Fábio Novo (56′), Dani Silva (85′)
MVP Rádio AVfm: João Paulo (AD Ovarense)


Fotos: Direitos Reservados
Texto: Pedro Silva
Áudio: Jaime Valente


Opinião dos leitores

Deixa um comentário

O teu e-mail não será divulgado. Obrigatório*


AVfm

Rádio global de âmbito local

A passar agora
TITLE
ARTIST