PJ deteve o incendiário dos ecopontos de Ovar

Por em 29/09/2020

Depois da Polícia de Segurança Pública (PSP) ter tomado conta da ocorrência, foi à Polícia Judiciária (PJ) que foi entregue a investigação do último ato de vandalismo que sobressaltou Ovar: o incêndio de três ecopontos no centro da cidade de Ovar, nas imediações do Mercado Municipal.

A PJ, através do Departamento de Investigação Criminal de Aveiro, deteve o suspeito a 25 de Setembro. Trata-se de um homem de 39 anos, desempregado, que “por motivos fúteis num quadro de forte toxicodependência, ateou os incêndios por ignição directa, visando diversos “ecopontos” e um contentor, situados no centro urbano da cidade de Ovar”.

Em comunicado, a PJ elogiou a rápida deteção e combate às chamas, por parte da PSP e dos Bombeiros Voluntários de Ovar, impedindo que o fogo se alastrasse, protegendo assim os bens materiais que se encontravam nas proximidades.

Ao suspeito, que foi presente às autoridades judiciárias da Comarca de Aveiro, foram aplicadas as medidas de coação de apresentações periódicas bissemanais às autoridades policiais e a obrigação de tratamento à toxicodependência.

Saiba mais sobre a noite do crime em “Ecopontos voltam a arder durante a noite em Ovar


Fotos: Irina Silva
Texto: Irina Silva


Opinião dos leitores

Deixa um comentário

O teu e-mail não será divulgado. Obrigatório*


AVfm

Rádio global de âmbito local

A passar agora
TITLE
ARTIST