S. Vicente estreia-se em casa com novo empate: «Do Inferno ao Céu, em 2 tempos»

Por em 17/09/2019

A ARC S. Vicente Pereira voltou a empatar na 2.ª jornada do Campeonato SABSEG. Na sua estreia caseira, a equipa orientada por Adriano Machado deu 3 golos de avanço ao SC Paivense na 1ª parte. Mas acabou a “subir ao céu”, quando na última meia hora igualou o marcador e dividiu os pontos com o adversário, apesar de ter ficado perto da reviravolta.

Estava tudo a postos no campo Dr. Oliveira Santos para a estreia dos vicentinos junto dos seus adeptos. Apesar do empate na 1.ª jornada, o ambiente era de festa, com as bancadas a serem praticamente completas por uma moldura humana de apoiantes sedentos pela conquista dos primeiros 3 pontos no Sabseg.

E essa “sede”, cedo se transportou para dentro do campo na forma como os jogadores encararam o confronto. Os primeiros minutos da partida trouxeram um S. Vicente a querer comandar as operações em campo e a aproximar-se da baliza contrária, em contraste com a contenção e solidez táctica do Paivense.

Uma dessas aproximações, viu o estreante Tiago Charneca muito próximo de uma estreia de sonho, ficando bem perto de abrir o marcador num remate travado de carrinho pelo defesa.

No entanto, apesar do maior caudal ofensivo dos vicentinos, o cenário rapidamente se tornaria “infernal”. Em 4 minutos de loucos, os visitantes chegaram a uma vantagem de 3 golos, à passagem dos minutos 20′, 22′ e 23′, elevando os nervos no banco.

Primeiro, foi Francisco Monteiro a elevar-se nas alturas, após a cobrança de um canto, com Paulinho a tocar no esférico mas a ser impotente para desviar do golo. Depois apareceu Sérgio Machado a cabecear picado no coração da área para o segundo. E por último, o mesmo Sérgio Machado bisou na partida quando rematou de trivela para a baliza deserta, após vários desentendimentos e acumulação de erros.

Ao intervalo o semblante era pesado, e poucos, à excepção da equipa técnica e os jogadores mais optimistas, acreditavam ainda em algo mais do que o primeiro desaire na competição.

O início do segundo tempo trouxe mexidas, com Óscar Gomes a entrar para o lugar de um apagado Luís Vaz, e a mudar o esquema táctico de um 4x3x3 para um 4x4x2, ganhando a equipa maior amplitude nas alas.

No entanto, só depois das entradas em campo de Pacheco e Muge é que os anfitriões começaram a colher os frutos. Todos começaram a sonhar com a reviravolta, à passagem dos 75′, 82′ e 84′, respectivamente, numa questão de menos de 10 minutos.

Fazia uma hora de jogo, quando Magolo de cabeça, após pontapé de canto, fazia o primeiro para o S. Vicente, devolvendo a esperança. Passados 7 minutos, seria a vez de Zé Bastos cabecear picado para o segundo poste, na conclusão de um cruzamento tenso da direita. Por fim, um canto ao segundo poste, deu a oportunidade de Dayo Femi entrar de rompante, restaurando o empate para “explosão” nas bancadas.

Podia esta estória ser ainda mais “celestial”, não fosse a bola ao poste de Pacheco e os cabeceamentos quase certeiros de Magolo terem encontrado o caminho certeiro para o fundo da baliza de Rui Rodrigues, naquele que seria um justo prémio para a produção ofensiva dos comandados de Adriano Machado.

No final, ambos os técnicos discordavam num ponto essencial: a divisão de pontos não se ajustava. Sobretudo Adriano Machado foi peremptório ao dizer que a sua formação merecia mais por aquilo que produziu ao longo de todo encontro, com António Correia insatisfeito com o resultado, mas conformado com a recuperação dos caseiros.

Ouça as declarações do pós-jogo, em entrevista conduzida pelo repórter da Rádio AVfm, Helder Ferreira.

Declarações ARC S. Vicente Pereira | Adriano Machado
Declarações SC Paivense | António Correia

Na próxima jornada, o S. Vicente Pereira tem uma das deslocações mais longas e complicadas do Sabseg para defrontar o FC Pampilhosa. O cenário não é fácil frente a um adversário exigente, todavia a confiança é de que os Corvos serão capazes de ir em busca da primeira vitória no Campeonato SABSEG.

FICHA DE JOGO | Campeonato SABSEG – Jornada 2

ARC S. Vicente Pereira: Paulinho, Rúben Gomes, Manu (c), Magolo, Vítor Hugo, Dayo Femi, Luís Vaz, Fred, Miguel Mendes, Tiago Charneca, Zé Bastos
Suplentes utilizados: Óscar Gomes, Pacheco e Gonçalo Muge
Suplentes: José Marrero, Litos, Gabriel e Pikas
Treinador: Adriano Machado

SC Paivense: Rui Rodrigues, Jorge Costa, João Cândido, Tiago Barbosa (c), Leandro, Hugo Soares, Chiquinho, Sérgio Machado, Carlos Fernandes, Manuel Pinto, Sodiq
Suplentes utilizados: António Carvalho e Daniel Rodrigues
Suplentes: Marco, Pedro, Francisco Lopes, Mauro Martins e Jorge Azevedo
Treinador: António Correia

Resultado final: 3-3
Resultado ao intervalo: 0-3

MVP Rádio AVfm: Dayo Femi (ARC S. Vicente Pereira)


Fotos: AFA TV
Texto: Helder Ferreira
Áudio: Jaime Valente


Opinião dos leitores

Deixa um comentário

O teu e-mail não será divulgado. Obrigatório*


AVfm

Rádio global de âmbito local

A passar agora
TITLE
ARTIST