Faixa Atual

Título

Artista

Atual

Programa da Manhã

08:00 11:00

Atual

Programa da Manhã

08:00 11:00


Santa Maria da Feira promove a gastronomia com candidatura à Rede de Cidades Criativas da UNESCO

Escrito por em 01/12/2020

Com o objetivo de impulsionar o turismo do concelho, a Câmara Municipal de Santa Maria da Feira está a preparar uma candidatura à Rede de Cidades Criativas da UNESCO, na área da Gastronomia, prevista para junho de 2021.

Segundo o Vereador Gil Ferreira, com o Pelouro da Cultura, Turismo, Bibliotecas e Museus, a candidatura será apresentada num momento em que o turismo gastronómico será reforçado com opções estratégicas para o quadriénio 2021-2025, continuando a afirmar o Município Feirense como um destino cultural por excelência, adicionando a Gastronomia como expressão e referência.

A localização do Concelho, entre o Porto e o Rio Douro a norte) e Aveiro e a sua ria a sul, as serras a este e o Atlântico a oeste, proporciona uma oferta gastronómica rica e diversificada, com uma grande variedade de peixes, carnes, produtos lácteos, vegetais e frutos, entre outros. Juntando tantas matérias-primas com a arte do “saber fazer” e a criatividade dos grandes chef’s locais, o Município tem tudo para ser um destino gastronómico de excelência.

Pretendemos fazer uma grande aposta na gastronomia enquanto elemento central e estruturante na promoção do destino Santa Maria da Feira

disse Emídio Sousa, Presidente da Câmara Municipal

A Gastronomia é um fator de atração em Santa Maria da Feira, sendo uma das componentes mais valorizadas da oferta turística do município. Destacam-se a doçaria, com a Fogaça da Feira, certificada com o selo de Denominação Geográfica Protegida pela União Europeia, e as inúmeras recriações gastronómicas como os Caladinhos ou os Doces de Coimbra. Em outras áreas da gastronomia, destacam-se outros pratos de grande qualidade, com recurso a produtos identitários, nos restaurantes do concelho.

Além da promoção da gastronomia, pretende-se que a candidatura alavanque

  • a afirmação cultural e da identidade histórica do Concelho,
  • a dinamização da cadeia produtiva local, colaborando na distribuição dos produtos locais e endógenos, inserindo-os nos estabelecimentos de restauração comercializando-os ao consumidor final,
  • a criação, no reconvertido Mercado Municipal de Santa Maria da Feira, de um Observatório e Hub Gastronómico, unindo produtores, artistas, fornecedores e estabelecimentos de restauração locais, num conceito de “campo para a mesa”.

A Rede de Cidades Criativas da UNESCO

Esta iniciativa foi criada em 2004 e tem a missão de promover a cooperação com e entre cidades que identificaram a criatividade como um fator estratégico para o desenvolvimento urbano sustentável.

As 246 cidades que atualmente compõem esta rede trabalham juntas em direção a um objetivo comum: colocar a criatividade e as indústrias culturais no centro dos seus planos de desenvolvimento no nível local e cooperar ativamente no nível internacional nas áreas da gastronomia, artesanato e artes folclóricas, media arts, cinema, design, literatura e música.


Fotos: Direitos Reservados
Texto: Irina Silva


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *