Current track

Title

Artist

Current show

Current show


Melhores protagonista do Samba do País premiados em Estarreja nos “Globos do Samba” 2022

Written by on 12/05/2022

Na passada sexta-feira, 6 de maio, tiveram início, em Estarreja, as atividades do Samba Com Vida (SCV). O programa do evento, organizado pela Escola de Samba local Trepa Coqueiro, foi repleto de momentos de aprendizagem e de lazer, tais como espetáculos e workshops.

A primeira noite da edição 2022 ficou marcada pela Gala “Globos do Samba”, onde foram distinguidos e premiados os melhores protagonistas do panorama do Samba a nível nacional, relativamente às prestações do ano de 2020.

Com dois tipos de categorias a chegar às votações, nas categorias coletivas chegaram ao sufrágio Bateria, Grupo/Ala de Passistas, Comissão de Frente, Escola de Samba, Samba-Enredo, Harmonia em Desfile e Carnavalesco ou Comissão de Carnaval. Já nas categorias individuais foi preciso escolher Madrinha de Bateria, Mestre-Sala, Porta-Bandeira e Passista Masculino.

Nos nomeados para os vários escalões, selecionados através de votações participadas por quase três dezenas de Escolas de Samba de todo o País, que colaboraram com o evento, surgiram naturalmente candidatos integrantes do Carnaval de Ovar.

Na extensa lista de nomeações, encontramos Hugo Neves da Escola de Samba Juventude Vareira, na categoria Melhor Passista Masculino e Lia Rocha da Escola de Samba Costa de Prata como candidata a Melhor Porta-Bandeira, a par da Escola de Samba Costa de Prata concorrente a Melhor Bateria.

Os vencedores de uma terceira categoria, designada Carreira, foram selecionados em exclusivo pela organização do evento.

A abertura da Gala foi preenchida com momentos simbólicos. Depois das atuações de Grazzie Brasil, Bateria e Passistas do Samba Com Vida, Pegada de Malandro e Mário Rui & Nuno Bastos, a organização e a autarquia estarrejense deram as boas vindas aos vários convidados internacionais e ao público, dando início à cerimónia.

Hugo Neves, da Escola de Samba Juventude Vareira

Ao longo da mesma, de muito difícil logística, subiram ao palco os mestres-sala e porta-bandeiras, as alas de passistas, os passistas masculinos e as baterias das Escolas de Samba previamente nomeadas.


Relacionado:


Conheça os vencedores da edição pós-pandemia dos “Globos do Samba”, nas várias categorias, resultado das votações que avaliaram o desempenho dos vários nomeados ao longo do ano de 2020:

Categorias Coletivas

  • Melhor Comissão de Frente

A Escola premiada por apresentar a melhor comissão de frente, cujos elementos em desfile dão as boas-vindas ao público e jurados, apresentando o tema, foi a Associação Cultural e Recreativa Escola de Samba (ACRES) Vai Quem Quer.

  • Melhor Ala de Passistas

A ala de passistas é caracterizada pelos seus elementos exibirem a arte de sambar durante a apresentação. A Escola premiada por apresentar melhor esta secção foi o GRES Amigos da Tijuca.

  • Melhor Samba-Enredo

Um dos fatores que mais cativa o público durante o desfile é a forma como a Escola conta a história ou o tema apresentado pela comissão de frente, assim como a escolha da letra e da melodia. Para este globo, o nomeado mais votado foi o Grupo Recreativo Escola de Samba (GRES) Bota, de Sesimbra.

  • Melhor Bateria

Também designada como o “coração da escola de samba”, a bateria é a responsável por marcar o ritmo da apresentação e contagiar todos os presentes com a sua energia. Durante o desfile, esta deve manter-se afinada e enérgica, fazendo com que o coletivo apresente boa evolução, seguindo o seu ritmo, que deve ser intenso. Para o público, os Sócios da Mangueira, da Mealhada, liderados pelo Mestre de Bateria Alexandre Lopes, tiveram a melhor performance.

Para esta categoria, também estavam nomeadas as baterias da Escola de Samba Costa de Prata, de Ovar, liderada por Miguel Bruno; da Escola de Samba Vai Quem Quer, de Estarreja, sob o comando de Nuno Bastos; e da Escola de Samba Trepa Coqueiro de Estarreja, liderada por Kinho Silva & Pirussas.

  • Melhor Carnavalesco / Comissão de Carnaval

Este prémio avalia a imagem que a Escola de Samba apresenta na avenida, nomeadamente a forma como o enredo ganhou vida e foi explorado, sendo tidos em conta a diversidade dos materiais, a estilização das formas e a criatividade. O público escolheu Nuno Sardine & Companhia Carnaval Trepa, do GRES Trepa Coqueiro de Estarreja, como a melhor Comissão de Carnaval de 2020.

  • Melhor Harmonia em Desfile

A Harmonia em Desfile está diretamente relacionada com a sonoridade da Escola de Samba, avaliando o desempenho, quer em desfile quer em placo, de todos os músicos envolvidos; desde o intérprete principal e cantores aos instrumentistas. Os Sócios da Mangueira foram a Escola de Samba vencedora desta categoria.

  • Melhor Escola de Samba

Este globo premeia a Escola de Samba enquanto uma associação e seu envolvimento com a sociedade e a região. O (GRES) Bota, de Sesimbra, foi o grupo vencedor desta categoria.

Categorias Individuais

  • Melhor Mestre-Sala

O melhor bailarino dos casais de dançarinos que exercem a função de conduzir e apresentar a bandeira das escolas de samba durante o seu desfile, foi Renato Sabão, ao serviço dos Sócios da Mangueira.

  • Melhor Porta-Bandeira

Já a melhor porta-bandeira, o elemento feminino da dupla de dançarinos referida anteriormente, foi Catarina Rodrigues, do Trepa Coqueiro de Estarreja.

Nomeada para esta categoria, esteve também a porta-bandeira vareira Lia Rocha, da Escola de Samba Costa de Prata, de Ovar, a par de Rita Fernandes, do GRES Batuque e de Giselma Palma, do GRES Bota.

  • Melhor Passista Masculino

O globo que distingue a figura masculina que melhor dança o samba foi entregue a Xavier Guerreiro, do GRES Bota.

Para esta categoria, também estava nomeado o vareiro Hugo Neves, vencedor da edição anterior, da Escola de Samba Juventude Vareira, a par de Márcio Pinho da Escola de Samba Unidos de Vila Régia e Nelson Lanz da Escola de Samba Os Morenos.

  • Melhor Madrinha de Bateria

A Madrinha ou Rainha da Bateria cumpre a função de auxiliar o mestre da bateria no comando da ala de percussão, animando os instrumentistas, ajudando a manter o ritmo vibrante e embelezando o fecho do desfile da escola. Beatriz Ventura, do GRES Bota, foi a vencedora deste globo.

Categoria Carreira

  • Prémio Mérito

A organização do evento atribuiu, num ato de menção honrosa, o Prémio Mérito a todas as Escolas de Samba do país, como um reconhecimento da luta e vitória contra as adversidades sentidas nos últimos tempos, criadas sobretudo pelas condicionantes da pandemia Covid-19. O prémio simbólico chegará às várias sedes espalhadas pelo País, assinalando tempos difíceis que se espera já terem em definitivo ficado para trás.

  • Prémio Individualidade

Já o galardoado com o prémio Individualidade, também escolhido pela organização foi o amante do samba António Guerreiro.

Nascido no Alentejo, o premiado foi descrito como sambista e uma entidade promotora do samba, que participa em atividades relacionadas com este tipo de música e dança desde 1970. Depois de viajar para o Brasil e aí beber inspiração diretamente da cultura sambista local, regressou a Portugal e começou a documentar, no primeiro Blogue sobre Samba em Portugal, as experiências, as atividades e a arte do samba, tornando-se um pilar muito importante da união e do conhecimento.

A Rádio AVfm foi uma vez mais Media Partner do Samba com Vida. Registamos para si os melhores momentos da gala na seguinte galeria fotográfica:

« de 355 »

Fotos: Paulo Homem de Melo
Texto: Irina Silva

Reader's opinions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *