Covid-19: O vírus que morre de solidão…

Por em 13/03/2020

Ao longo dos últimos tempos, temos vindo a ouvir muitas explicações e até mesmo algumas contradições sobre o Coronavírus que, infelizmente, está mais na ordem do dia do que nunca; sobretudo agora “que nos bateu à porta”.

Desde afirmações que desvalorizam o seu potencial como agente que leva à morte (em parte graças ao esforço das equipas médicas que têm feito verdadeiros milagres) até relatos de verdadeiro pânico no outro extremo, de tudo se diz, com ou sem conhecimento de causa.

A Rádio AVfm tem tido a preocupação de produzir informação concreta, de fontes seguras e tem recorrido a profissionais (que não necessariamente de saúde) que nos possam ajudar a compreender melhor o fenómeno e, assim, auxiliar-nos na missão de prestar boa informação no âmbito do serviço público que fazemos.

Há dias o José Luís Silva recebeu no “Programa da Manhã” um vareiro, Professor e Biólogo que, de entre outros temas da atualidade, falou do Covid-19. De uma forma conhecedora mas com palavras simples, explicou ao nosso auditório que o Coronavírus não chega a ser um ser vivo e que, por isso mesmo, precisa de se hospedar rapidamente.

Dando razão a todos os alertas dados pelas Autoridades, que tanto têm insistido na diminuição ou ausência de contato social como a mais eficaz forma de conter o avanço da pandemia, conseguiu, pela forma clara como transmitiu o seu conhecimento, criar uma imagem que não nos sai da cabeça: a de um pedaço de matéria que, sozinho, abandonado, deixado à sua sorte perde todo o seu poder e morre; deixando-nos em paz!

É esse o desafio que todos enfrentamos neste momento: seremos capazes de deixar o Covid-19 desaparecer sozinho e de forma definitiva?

Ouçam aqui as declarações de José Carlos Silva, na rúbrica “Voz da Opinião”, que vai para o ar às Sextas-feiras, inserida no “Programa da Manhã”:

Declarações José Carlos Silva | Programa da Manhã – 6 Março 2020

Hoje mesmo, de manhã cedo, fui a uma pastelaria tomar o pequeno-almoço e assisti às pessoas a ocupar alternadamente os lugares do balcão para evitar a proximidade. Saí de lá a pensar nas palavras do José Carlos Silva e a acreditar na capacidade de adaptação do ser humano. Com o contributo de todos e de cada um acho que o Coronavírus tem os dias contados…


Foto: Bruna Rodrigues
Texto: Jaime Valente


Opinião dos leitores

Deixa um comentário

O teu e-mail não será divulgado. Obrigatório*


AVfm

Rádio global de âmbito local

A passar agora
TITLE
ARTIST