Current track

Title

Artist

Current show

Programa da Manhã

08:00 10:00

Current show

Programa da Manhã

08:00 10:00


Funcionária do Gabinete Médico-Legal de Aveiro terá desviado 12.700 euros

Por em 12/01/2022

O Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) da Comarca de Aveiro acusou formalmente uma funcionária do Instituto Nacional de Medicina Legal (INML) pelos crimes de peculato, falsificação de documento e branqueamento de capitais.

A mulher, que exercia funções no Gabinete Médico-Legal do Baixo Vouga, localizado nas imediações do Hospital Infante D. Pedro de Aveiro, ter-se-á apoderado, entre os anos 2006 e 2012, de dinheiro proveniente dos exames aí realizados.

A arguida realizava várias tarefas, tais como a receção de utentes, atendimento telefónico, organização e arquivo dos processos e marcação de exames, lidando também com o pagamento dos mesmos. A mulher terá desviado cerca de 12.720 €uros, os quais deveriam ter sido entregues ao INML.

Ao longo desses anos, em pelo menos 29 situações identificadas, a mulher terá recebido o dinheiro dos utentes, correspondente ao valor estipulado na tabela de preços e, alegando que não tinha multibanco disponível, induziu os utentes a pagar em numerário ou por cheque.
Ora, a mulher não terá registado a entrada desses valores na caixa, entregando aos utentes recibos falsos, que também forjou.

O dinheiro e os cheques referentes a esses pagamentos foram depositados em contas da arguida e de familiares, apoderando-se assim dos valores que recebeu dos referidos utentes.

O Ministério Público deduziu pedido de perda de vantagens.


Fotos: Direitos Reservados
Texto: Irina Silva

Opinião dos leitores

Deixa um comentário

O teu e-mail não será divulgado. Obrigatório*