S.Vicente Pereira: Miguel Ribeiro estreia-se a pontuar

Por em 12/03/2020

Na estreia do novo técnico da ARC S. Vicente Pereira, Miguel Ribeiro, a turma dos Corvos empatou 1-1 no reduto do CD Estarreja. Apesar do regresso aos pontos cinco jogos depois, o S. Vicente Pereira fez uma exibição morna, não conseguiu aproveitar uma vantagem que levou para o intervalo e evidenciou alguma instabilidade na forma de abordar o jogo. No entanto, no reverso da medalha, destaque-se a boa atitude geral dos jogadores e algumas indicações positivas vindas de alguns dos menos habituais no esquema de outras jornadas.

MAGOLO AINDA FEZ ACREDITAR

O Estádio Dr. Tavares da Silva recebeu a 23ª jornada do Campeonato SABSEG e, em campo, estiveram duas equipas à procura de espantar os seus fantasmas.

De um lado, o CD Estarreja, atual 15º classificado e com problemas para sair de um lugar na tabela classificativa que pode dar despromoção à 1ª Divisão. Do outro, o S. Vicente Pereira que, apesar da posição confortável no campeonato (9º), viu o timoneiro Adriano Machado sair a meio da semana e ser substituído pelo técnico do escalão de Iniciados, Miguel Ribeiro.

Na sua estreia ao leme da equipa, Ribeiro protagonizou duas alterações evidentes no onze: Cláudio Resende preteriu Vitinha no lado esquerda da defesa; e Fábio Pacheco saltou para a titularidade, preenchendo a ala direita do ataque. Manu capitaneou a partir do centro da defesa (onde fez parelha com Dayo Femi), o jovem brasileiro Neemias Carvalho, ex-S. João de Ver, voltou a ser opção no meio-campo e Zé Bastos foi o ponta-de-lança – ou avançado móvel – de serviço.

De lado ficou o agradável estilo de posse de bola que se tornou imagem de marca do S. Vicente. A equipa preferiu aproveitar algumas transições rápidas e atuar num futebol mais direto, algo que pode ainda não ter influência do novo treinador, ele que iniciou trabalhos com o grupo a dois dias do jogo contra os estarrejenses.

Certo é que os primeiros 45 minutos da partida tiveram pouco futebol de qualidade. As duas equipas não conseguiam materializar as suas jogadas em perigo e foi preciso esperar pelos 32 minutos para ver ação junto das balizas, através de um remate de Fred que foi parado pelo guardião Hunter Pinho.

No entanto, o S. Vicente Pereira conseguiu inaugurar o marcador antes do descanso. Um tento apontado por Magolo e que… praticamente caiu do céu. Aos 45′, numa das últimas saídas de bola da primeira parte por parte do Estarreja, Magolo foi pressionante, recuperou o esférico em posição frontal e progrediu isolado até um remate certeiro.

As coisas pareciam correr bem com o terceiro golo de Magolo no SABSEG. Mas o Estarreja tinha outros planos.

TYLER MOSTROU O CAMINHO PARA O EMPATE

O Estarreja mostrou-se outra equipa na etapa complementar. Comandados por Tyler Pinho (irmão do guardião, Hunter), os homens de Bruno Magno foram muito mais acutilantes e, finalmente, deram – e muito – trabalho a Paulinho.

Aos 64′, Tyler ameaçou numa finalização à boca da baliza, a cruzamento de Ricardo Fazenda. Depois, aos 66′, o mesmo Tyler quase levantava o estádio com um golo de bandeira que surgiria de um pontapé de bicicleta de fora da área: a bola passou a rasar o poste. Pelo meio, Tiago Charneca podia ter ampliado a vantagem do S. Vicente Pereira, aos 56′.

A partida estava mesmo com uma forte toada estarrejense. Não só nas despesas do jogo, como no domínio territorial. Tyler era mesmo o mais inconformado e ganhou uma oportunidade de ouro quando, aos 75′, a sua equipa ganhou uma grande penalidade. O camisola 19 assumiu a responsabilidade e bateu Paulinho para o empate.

Até ao final, e apesar de nenhuma das equipas parecer satisfeita com a divisão de pontos, também não houve capacidade para dar mais golos a uma segunda parte que compensou a monotonia da primeira. Luís Pinho, dianteiro do Estarreja que tinha substituido Dani Silva (ex-Ovarense) na primeira parte, ainda dispôs de uma bela chance, mas este não era mesmo dia para que uma das equipas gritasse vitória.

O empate não satisfez nenhum dos intervenientes, algo que foi sublinhado nas declarações tecidas pelos técnicos e atletas à Rádio AVfm. Ouça as entrevistas de Pedro Silva e confira a análise:

Declarações ARC S Vicente Pereira | Miguel Ribeiro
Declarações CD Estarreja | Bruno Grave
Declarações ARC S Vicente Pereira | Paulinho
Declarações CD Estarreja | João Ramalho

CAMPEONATO SABSEG SUSPENSO

A jornada 24 do Campeonato SABSEG proporcionará um regresso a casa para o S. Vicente Pereira, numa importante receção ao Fiães SC. No entanto, o jogo que estava originalmente marcado para o próximo domingo, foi adiado para data a anunciar devido às medidas de prevenção relativas ao surto de COVID-19.

A Associação de Futebol de Aveiro suspendeu todas as suas atividades desportivas (futebol e futsal) de seniores e formação, pelo que o Campeonato SABSEG estará em stand-by por tempo indeterminado.

CD Estarreja x ARC S. Vicente Pereira | Campeonato SABSEG – 23ª Jornada

CD Estarreja: Hunter Pinho, Ricardo Fazenda (c), João Resende, Manuel Girão, Gil Martins (⇄ 63′), Duarte Alves, Horto, Armando Olim (⇄ 69′), Tyler Pinho, Carlitos, Dani Silva (⇄ 35′)
Suplentes: Tomás Silva, Jonathan Batista, João Ramalho (⇄ 63′), Júlio Oliveira, Luís Pinto (⇄ 35′), Tomás Oliveira (⇄ 69′), Jorge Graça
Treinador: Bruno Magno Grave

ARC S. Vicente Pereira: Paulinho, Diogo Sousa, Manu (c), Dayo Femi, Cláudio Resende, Neemias Carvalho (⇄ 63′), Magolo, Fred (⇄ 61′), Fábio Pacheco, Tiago Charneca, Zé Bastos (⇄)
Suplentes: José Marrero, Miguel Mendes, Fredinho (⇄ 61′), Rodolfo (⇄), Luís Vaz (⇄ 63′), Vitinha, Dabo
Treinador: Miguel Ribeiro

Resultado final: 1-1
Resultado ao intervalo: 0-1

Marcadores: Magolo (45′), Tyler Pinho (g.p. 75′)
MVP Rádio AVfm: Tyler Pinho (CD Estarreja)


Fotos: Pedro Silva
Texto:  Pedro Silva
Áudio: Jaime Valente


Opinião dos leitores

Deixa um comentário

O teu e-mail não será divulgado. Obrigatório*


AVfm

Rádio global de âmbito local

A passar agora
TITLE
ARTIST