Faixa Atual

Título

Artista

Atual

Subúrbio

22:00 24:00

Atual

Subúrbio

22:00 24:00


Golo do guarda-redes do Sanguedo empata o jogo do CD Furadouro

Escrito por em 21/11/2017

O CD Furadouro deslocou-se a Sanguedo para o jogo referente à 7.ª jornada da Serie A da 2.ª Divisão Distrital da Associação de Futebol de Aveiro. A equipa da praia empatou 1 x 1, num jogo que foi discutido até ao fim… e onde o guardião Coelho foi a estrela, ao fazer o empate para a turma de Santa Maria da Feira, no último lance da partida; após um canto batido por Tavares.

Previa-se um jogo muito espinhoso para os pupilos de Miguel Sousa na receção do Sanguedo, visto que ambas as equipas tinham os mesmos pontos na classificação. Além disso, a turma de Santa Maria da Feira ainda não tinha perdido esta temporada em jogos oficiais!

Miguel Sousa, Treinador do CD Furadouro, confiou na baliza em Paulinho; um quarteto defensivo composto por Resende, Kikas, Ruben e Chico; no miolo atuou Camião e Henrique Maganinho com funções mais defensivas e Rolas com mais liberdade para ajudar o ataque que foi entregue a Ratinho, Ruizinho e o matador Tiago Marques.

Joaquim Batista, Técnico do Sanguedo, apostou em Coelho, Betinho, Marco, Brito, Gusto, Diogo, Gandra, Carlos Dias, João Carlos, Ruizinho e André Ferreira.

A primeira parte foi muito disputada e o primeiro lance de perigo foi do Sanguedo. Aos 23’, André Ferreira bateu um livre direto à entrada da área e Paulinho fez a defesa da tarde. O guarda-redes do Furadouro voou e fez uma defesa «monumental». A turma visitante respondeu rapidamente: três minutos depois, Ratinho «partiu os rins» a Carlos Dias, e cruzou uma bola envenenada, onde apareceu Ruizinho a antecipar-se ao central Marco, com um remate ao lado! Uma excelente jogada da equipa do mar, com destaque para o trabalho de Ratinho que, juntamente com Rolas; foram os elementos mais esclarecidos e perigosos.

As equipas foram com um empate a zero para o intervalo, um resultado que se ajustava devido ao equilibrio que se fez notar no primeiro tempo.

A equipa do Furadouro entrou muito bem na segunda parte e apenas precisou de 3 minutos para desfazer o nulo da partida… Ratinho fez um movimento diagonal da lateral para o meio e disparou um remate colocado que foi travado pela barra. A bola sobrou para o matador Tiago Marques que fez o primeiro para a equipa de Ovar!

A vantagem poderia ter sido ampliada aos 54’ por intermédio de Ruizinho, que após um cruzamento de Ratinho; na cara de Coelho, optou pelo chapéu que saiu muito frouxo, deixando o guardião segurar o esférico.

A equipa anfitriã respondeu aos 65’ através de uma bola bombeada por André Ferreira para a área que Paulinho não segurou… com a baliza completamente aberta, Brito decidiu fazer o mais difícil… acertar em Kikas que, mesmo de costas, segurou a vantagem da equipa visitante.

O jogo estava frenético e aos 65’ Rolas tentou fazer um chapéu a Coelho, mas o guardião fez uma defesa soberba. O Furadouro podia ter matado o jogo por várias ocasiões, mas Coelho estava atento e brilhou nesta segunda parte!

Joaquim Batista decidiu colocar em campo Tavares, Javier e Príncipe, jogadores que mexeram (e de que maneira) com o jogo ofensivo do Sanguedo. Nos últimos minutos a equipa de Santa Maria da Feira obrigou o bloco defensivo do CD Furadouro a baixar e, já em tempo de compensação, o guardião Coelho decidiu subir para um canto que foi cobrado por Tavares. O lance foi cortado pelo central Rúben, mas a bola sobrou na grande área para o guarda-redes Coelho que fez um remate enrolado que só parou no fundo da baliza! Era o empate para a equipa do Sanguedo e a loucura no jogo… Que momento de futebol!…
A desilusão era enorme no plantel do Furadouro, que não merecia este desfecho após o excelente jogo realizado… Hugo, que foi uma das opções de Miguel Sousa para entrar no jogo, ainda teve tempo para ser expulso nos segundos finais devido a palavras ao árbitro do encontro.

No final da partida, os ânimos aqueceram após a entrada das duas equipas no balneário, situação que foi resolvida pelas autoridades policiais presentes, tendo sido necessária a chamada de reforços para o efeito…
A verdade é que o jogo foi uma daquelas partidas impróprias para cardíacos, onde a equipa do CD Furadouro esteve muito perto de impor a primeira derrota à equipa do Sanguedo…

Joel Magina foi o repórter da AVfm no local. Ouça as entrevistas aos técnicos:

Miguel Sousa – Treinador do CD Furadouro

 

Joaquim Batista – Treinador da ADC Sanguedo

 

O CD Furadouro e o Sanguedo desceram um lugar na classificação, devido à vitória do São Roque ao Arrifanense. A equipa do mar ocupa o 5.º lugar enquanto a turma de Santa Maria da Feira se colocou no 6.º lugar.

Para a semana o CD Furadouro recebe a equipa da AD Nogueira da Regedoura, enquanto o Sanguedo se desloca ao reduto do União de Lamas B.

 


Fotos: CD Furadouro
Texto: Joel Magina

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *