Ovarense DV derrotada no dérbi aveirense contra o Illiabum Clube

Por em 31/10/2017

De volta às sextas-feiras de basquetebol na Arena Dolce Vita, não poderiam os adeptos esperar um confronto mais apelativo. Frente a frente encontraram-se a Ovarense Dolce Vita e o Illiabum Clube, num dérbi aveirense aguardado pelos fãs da modalidade.

Mesmo com a confiança que a equipa de Nuno Manarte tinha na terceira vitória consecutiva, a verdade é que o Illiabum, que já havia derrotado a Ovarense no jogo de apresentação dos vareiros, voltou a superiorizar-se no terreno do rival, vencendo pelo parcial de 73-84. Muito por culpa de Jeff Early, que acabou por ser um «osso» demasiado duro de roer sempre que os anfitriões tentaram aproximar-se da pontuação dos ilhavenses.

No 5 inicial da Ovarense DV actuaram Will Perry, Kyle Anderson, João Grosso, Marquis Vance e João Fernandes (JP).

Já o técnico do Illiabum Clube, Pedro Monteiro, apostou de início em Ronald Boggs, Nuno Sá, Diogo Araújo, Jeff Early e Pedro Belo.

O jogo até começou bem para os visitados. No primeiro período conseguiram um parcial favorável de 24-20, sustentado numa entrada bem enérgica. A boa circulação de bola, aliada à boa movimentação dos seus atletas, soltou os atiradores para concretizarem eficazmente tiros exteriores. Já o Illiabum entrou a frio e com alguns reajustes por fazer nas marcações defensivas.

No segundo período, foi precisamente isso que aconteceu. Os ilhavenses começaram a pressionar os organizadores de jogo da Ovarense, Will Perry e o  suplente Pedro Oliveira, chegando até mesmo a situações em que três homens bloqueavam a linha de passe na primeira  fase de construção ofensiva. A formação vareira até conseguiu sair inúmeras vezes desses apertos mas com a aceleração dos processos, acabou por se descoordenar e perder a eficácia que exibiu no primeiro período. Com a melhoria também no ataque dos visitantes, com naturalidade estes venceram o segundo período pelo parcial de 11-23, que haveria de se revelar decisivo para o desfecho do jogo.

Ao intervalo vencia o Illiabum por 35-43, apresentando excelentes números quanto à eficácia no lançamento de campo (55,2%) e no lançamento livre (87,5%), e também no que diz respeito aos roubos de bola que se fixaram em 6, muito por culpa de Jeff e Nuno Sá que os dividiram. Aliás, Jeff Early já nessa altura se destacava na partida com 19 pontos, 4 ressaltos e 3 roubos de bola (6/8 em lançamentos de campo e 7/8 em lance livre).

Após o descanso, os da casa entraram novamente bem, conseguindo dificultar a vida ao Illiabum e evitando que descolasse no marcador. A Ovarense venceu o terceiro período, marcando mais dois pontos que o adversário, e encurtou assim a distância para 6 pontos antes do início do último quarto da partida.

Aí, no momento de todas as decisões, a Ovarense não conseguiu ter mais forças para conter o que fora evidente durante todo o jogo. O Illiabum é mais forte e começou a trazer outras figuras para a ribalta como por exemplo Augusto Sobrinho, que se juntou à excelente prestação de Jeffrey. Na parte final já só Kyle Anderson parecia ainda ter inspiração para tentar inverter o poderio dos ilhavenses.

Ainda houve tempo para entrar em campo o aniversariante Pedro Fragoso que, no último suspiro e já com todos os jogadores conformados com o resultado e sem disputar o lance, converteu um último cesto, originando depois descontentamento nos atletas da casa.

Helder Ferreira foi o repórter da AVfm no local. Ouça as entrevistas:

Nuno Manarte – Treinador da Ovarense DV

Pedro Monteiro – Treinador do Illiabum Club

Apesar da diferença final de 11 pontos, os números revelam ainda assim um equilíbrio nos ressaltos (30-31), nas assistências (18-16), turnovers (17-17), desarmes de lançamento (4-3), para além de outras estatísticas como por exemplo pontos a partir do banco. A maior diferença foi a eficácia nos tiros pelo Illiabum (49,2 % contra 45 % da Ovarense) e os roubos de bola (5-12), sem menosprezar por último as 16 conversões de lance livre dos visitantes.

Quanto aos destaques individuais, Jeff Early, pelos forasteiros, acabou por ser mesmo a grande “âncora” dos vareiros em todo o jogo (33 pontos, 6 ressaltos, 4 roubos de bola e 12 lançamentos certeiros em 17 tentativas), mas bem segundado por Augusto Sobrinho (14 pontos e 3 assistências) e Nuno Sá (12 pontos, 3 assistências e 4 roubos de bola).

Já na Ovarense, o destaque vai claramente para Kyle Anderson (29 pontos, 2 assistências e 9 tiros certeiros em 17 tentativas) e Will Perry (11 pontos e 4 assistências).

Na próxima jornada, a Ovarense Dolce Vita vai ter uma deslocação complicada ao terreno do Vitória SC, em Guimarães, procurando repetir a vitória conquistada na época passada naquele pavilhão.

 


Foto: Helder Ferreira
Texto: Helder Ferreira

 

 


Opinião dos leitores

Deixa um comentário

O teu e-mail não será divulgado. Obrigatório*


AVfm

Rádio global de âmbito local

A passar agora
TITLE
ARTIST