Current track

Title

Artist

Current show

Programa da Manhã

08:00 10:00

Current show

Programa da Manhã

08:00 10:00


Campeonato SABSEG: Maus resultados de Esmoriz e Válega mantêm-se

Por em 09/01/2022

Depois do dérbi do concelho com vitória da Ovarense sobre o S. Vicente Pereira (2-1), apenas faltavam SC Esmoriz e CCR Válega entrar em campo na tarde de domingo de futebol. Na 18ª. jornada do Campeonato SABSEG, tanto a norte como a sul, os resultados dos clubes do concelho de Ovar não foram positivos.

Apesar das excelentes primeiras partes protagonizadas, tanto Esmoriz como Válega perderam e mantêm o calvário de maus resultados. Na Zona Norte, o Esmoriz recebeu o líder União de Lamas e saiu derrotado por 0-2; já em Estarreja, em visita ao Dr. Tavares da Silva, o Válega perdeu por 2-1 e continua sem vencer na elite aveirense.

ESMORIZ VENDE CARO O RESULTADO MAS CONTINUA COM VIDA DIFÍCIL

Apresentando-se com muitas mudanças no seu onze e, por consequência, a chamada à ficha de jogo de muitos jogadores jovens, o SC Esmoriz bateu-se bem contra o líder da Zona Norte, União de Lamas. Os unionistas vinham de três maus resultados consecutivos e, na Barrinha, acima de tudo, tiveram vida muito difícil na primeira parte.

Os orientados de João Gomes dispuseram de algumas oportunidades nos primeiros 45 minutos e podiam ter dado uma sapatada na crise de resultados no seu melhor período da partida. Do outro lado, os visitantes também tentavam pegar no jogo, mas o máximo que conseguiram na primeira parte foi desgastar a abnegada formação esmorizense.

O golo do União de Lamas chegaria apenas no segundo tempo, aos 70′ e por intermédio de Alex Oliveira. O jovem Diogo Sá, promessa do plantel às ordens de Luís Miguel Martins, colocaria o ponto final na discussão do resultado pouco depois, aos 79′.

Aos microfones da AVfm, João Gomes, técnico do Esmoriz, admitiu o momento delicado que o clube vive. No entanto, salientou o trabalho do seus jogadores e assegura não baixar os braços na luta pela manutenção. Os Guerreiros da Barrinha seguem cada vez mais longe dos lugares de segurança e são 11º. da Zona Norte, com 11 pontos e a 11 do Fiães (9º.), o primeiro em lugar de permanência.

Na próxima jornada, o Esmoriz vai a Cucujães para um duelo entre dois emblemas em zona de descida.

SC Esmoriz – João Gomes
CF União Lamas – Luís Miguel Martins

VÁLEGA PERTO DOS PONTOS EM TARDE DE EXCELENTE RÉPLICA

Foi um personalizado CCR Válega, aquele que se apresentou no duelo perante o CD Estarreja. Embora o conjunto do Sargaçal tenha perdido por 2-1, a exibição da 18ª. jornada da Zona Sul do Campeonato SABSEG terá sido das melhores em toda a época, numa partida onde o Válega apresentou coesão defensiva e alguns pormenores com bola que permitem aferir a evolução do trabalho feito por Cláudio Maciel e sua equipa técnica.

É certo que o Estarreja até marcou cedo, aos 10′, numa finalização na pequena área de Dani Santos. Ainda assim, o Válega nunca baixou os braços e foi melhor do que o seu adversário no cômputo geral dos primeiros 45 minutos. Para além de ter obrigado o guardião contrário, João Oliveira, a algumas intervenções de nível, os valeguenses ainda colocaram uma bola na trave graças a um remate potente de André Rendilheiro.

Porém, a reentrada para a segunda parte tramaria o Válega. Rodrigo Cabral foi autor de um auto-golo, num lance caricato aos 46′ e o Válega não reagiu tão bem como tinha feito no primeiro tempo, após sofrer o primeiro golo. Ainda assim, paulatinamente (e também por força das substituições) foi subindo o seu nível e conseguiu mesmo o golo que colocou um ponto de interrogação no placard: Vitinha marcou num lance de bola parada aos 86′, num cruzamento-remate fortuito.

O Estarreja teve experiência para controlar os minutos finais, tentando manter a bola longe da sua baliza e enervando os valeguenses com algumas paragens forçadas do encontro. Porém, e apesar de ter perdido o desafio, nada apaga a boa imagem deixada pelo CCRV.

Ainda que já sem poder contar com Fragoso e Pacheco – autores de 5 golos ao longo da época -, o Válega não só marcou como colocou duas bolas nos ferros (também Faria o fez na segunda parte) e teve bons lances de envolvimento ofensivo, com André Rendilheiro como principal inconformado. Já em termos defensivos, tal como Cláudio Maciel tem salientado em intervenções à imprensa, a equipa apresenta-se mais coesa, evitando goleadas que chegaram a ser prática comum noutras fases da temporada.

O Válega segue, contudo, em busca da primeira vitória no campeonato. Tem subido degraus competitivos, algo que poderá ser finalmente materializado em pontos dentro em breve. Para já, os valeguenses viram-se para o duelo da próxima jornada, que será contra o Fermentelos, no Sargaçal.

CD Estarreja – Pedro Valente
CCR Válega – Cláudio Maciel

Imagem: Pedro Silva
Texto: Pedro Silva
Entrevistas: Helder Ferreira, Pedro Silva
Áudio: Jaime Valente


Opinião dos leitores

Deixa um comentário

O teu e-mail não será divulgado. Obrigatório*